Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como usar sua reserva de emergência com responsabilidade?

Por Janaína TavaresPublicado em

Se você está disposto a investir no seu dinheiro do jeito certo, saiba que a construção de uma reserva de emergência é o caminho ideal. Isso porque esse vai ser o tipo de investimento usado para cobrir os gastos mais urgentes e inesperados, tantos os seus como os da sua família.

Todos nós lidamos com imprevistos e acontecimentos que impactam nossas vidas de maneira indireta ou direta. Um exemplo muito claro é a Covid-19, que trouxe não só apenas a pandemia por todo o país, mas também as demissões.

Por isso, ter uma reserva de emergência é fundamental para que você consiga passar por esses momentos de forma mais tranquila. Caso você queira saber como usá-la com mais responsabilidade, acompanhe a leitura do nosso artigo.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Calcule o valor ideal da sua reserva de emergência

A partir do momento que você não quer mais deixar o seu dinheiro parado na poupança, pode transformá-lo em uma reserva de emergência que vai te ajudar a enfrentar os imprevistos financeiros.

No entanto, você precisa fazer um planejamento com o intuito de verificar o valor ideal para sua reserve de emergência. Este é, portanto, o primeiro passo para utilizá-la de maneira mais responsável. Sendo assim, tenha em mente quais são os seus gastos mensais essenciais como, por exemplo:

  • Contas de água, luz e internet;
  • Alimentação;
  • Medicamentos;
  • Aluguel ou parcelas do imóvel;
  • Escola dos filhos;
  • Mensalidade da faculdade, dentre outros.

Assim que você souber exatamente quais são eles, some tudo. O resultado dessa conta vai mostrar o valor do seu gasto mensal.

Já em relação à reserva de emergência, é recomendável que ela tenha 6x o valor dos seus gastos fixos por mês. Por exemplo:

  • 6x R$ 4 mil (valor do seu gasto mensal): R$ 24 mil (valor indicado para sua reserva de emergência).

Use a reserva de emergência com cautela

A característica principal de uma reserva de emergência é que ela deve ser utilizada apenas em situações de imprevistos financeiros.

Isso significa que você deve evitar usá-la para outros propósitos. O dinheiro vai ficar guardado para que você consiga lidar com:

  • Problemas de saúde que geram despesas hospitalares e de consultas;
  • Situações inesperadas que impedem o pagamento das contas mensais como, por exemplo, a demissão.

Por mais que o valor esteja guardado, mantenha o foco e lembre-se que você pode precisar dele em algum momento de incerteza financeira.

Nesse caso, é importante deixar claro que a reserva de emergência não pode ser usada para:

  • Comprar carro, casa ou moto;
  • Fazer viagens;
  • Adquirir itens supérfluos.

Conteúdos úteis para você

Vale a pena continuar sua jornada aqui na Foregon e investir esse tempo em outras leituras complementares:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Em casos de dúvidas ou sugestões, envie seu comentário para que possamos responder. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Mercado Pago: guia completo

Tipos de carro: principais características e diferenças

5 livros que mudarão sua vida financeira

3 conselhos básicos para alcançar a liberdade financeira

Inteligência artificial em soluções antifraude

Onde usar a carteira digital Apple Pay?

Digio estreia no Apple Pay: veja como ativar

Aplicativos colaborativos: conheça 4 Apps que podem facilitar a sua vida