Mesmo que soe tão irreal quanto a Disney, saiba que é possível sim conhecer a terra dos contos de fadas gastando pouco. Apesar da constante oscilação do dólar, você pode adotar uma boa estratégia para se permitir realizar os seus sonhos.

O primeiro passo é esquecer as viagens entre janeiro e julho. Além da passagem, outros gastos como a hospedagem, alimentação e ingresso ficam bem mais baratos em momentos fora de temporada. Geralmente este período acontece de 28 de fevereiro a 3 de março, e de 22 de agosto a 29 de setembro.

Além disso, vale lembrar que também dá para planejar a sua viagem por meio da internet, dispensando as agências de viagem. Isso irá baratear os custos em geral.

Como comprar passagem para Disney

Você pode não saber, mas comprar a sua passagem com antecedência pode diminuir o custo total da sua viagem em até 35%. O indicado é iniciar a sua pesquisa 60 dias antes da viagem.

As datas e horários também influenciam. Procure por períodos onde grande parte das pessoas não pretendem viajar. Outro ponto que também merece a sua atenção são os voos com várias conexões, já que eles oferecem valores mais em conta e permite que você vá até a Disney gastando pouco.

Não se esqueça dos sites que comparam preços de viagens. Promoções relâmpagos costumam acontecer com certa frequência, no entanto, é importante ficar de olho para não perdê-las.

Gastando pouco com a hospedagem

Antes de ir até a Disney, é fundamental saber que existem várias formas de se hospedar por lá. Além dos hotéis do complexo Disney, você pode ficar em hotéis tradicionais, que geralmente são mais baratos.

Talvez a locação de uma casa não seja o jeito mais barato de ficar na Disney. No entanto, é importante basear a sua escolha de acordo com o período que você vai se manter por lá e quais são os seus objetivos. A dica é escolher quartos com geladeira e micro-ondas para armazenar os alimentos que você pode comprar em supermercados.

Parques!

Antes de sair querendo visitar todas as atrações, é fundamental fazer um roteiro. Pesquisar sobre as atrações irá permitir que você compre os ingressos com antecedência, e em relação a compra, é melhor fazê-las ainda no Brasil. Fazendo isso, você garante uma boa economia no IOF e ainda pode parcelar o valor no cartão de crédito, se preferir.

Não se esqueça de checar os pacotes promocionais e lembre-se de que os ingressos são vendidos por dia ao invés de entrada. Em relação as lembrancinhas, não indicamos a compra dentro da Disney, já que os produtos de lá costumam custar três vezes mais do que os presentes vendidos nos supermercados.

Gastando pouco com a alimentação na Disney

Como já dissemos, a maioria dos itens compráveis na Disney são mais baratos fora dela. Por isso, em relação à alimentação, escolha comprar em supermercados, de preferência, no Walmart.

Caso você queira comer mesmo na Disney, escolha o menu kids. Além de oferecer opções mais baratas, as refeições costumam ser o suficiente para satisfazer durante um período de tempo.

Agora ficou mais fácil acreditar que é possível viajar para o exterior gastando pouco, não é mesmo? Em situações onde você só poder viajar durante os finais de ano, você pode conferir dicas para economizar na sua viagem clicando aqui.

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto(s), média: 5,00)
Loading...