Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Compensa investir na compra de ações durante a crise econômica?

Por Janaína TavaresPublicado em

Se você acompanha a situação da Bolsa de Valores (B3), já deve ter percebido que ela está muito instável devido à atual crise econômica que atinge o Brasil e também diversos outros países. Mas será que mesmo durante esse período é aconselhável investir em ações?

Para responder essa pergunta, antes você precisa entender que ninguém ainda consegue falar como será o futuro da economia. Só neste ano, por exemplo, a Bolsa de Valores teve que acionar o Circuit Breaker diversas vezes. Portanto, o momento atual exige mais atenção.

Por que o Circuit Braker é utilizado?

Este termo se refere a um mecanismo que pode ser usado pela B3 com o intuito de proteger os investidores, especialmente em momentos que o mercado financeiro sofre quedas bruscas. Em outras palavras, ele serve como uma proteção à volatilidade do mercado financeiro.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Para descobrir como ele pode ser acionado na prática, selecionamos este artigo para complementar sua leitura:

Como você deve se comportar nesta situação?

A palavra-chave neste momento é cautela e ela também se aplica para os investidores mais experientes da Bolsa de Valores. Isso porque, mesmo que tenham estudado o mercado financeiro e traçado um planejamento estratégico, eles precisam estar atentos, disciplinados e devem contar com uma reserva de emergência.

Vale lembrar que a Bolsa de Valores é mais indicada para este perfil de investidor, aquele que busca investimentos com maior grau de riscos, mas que conseguem trazer maior rentabilidade.

Contudo, se você se encaixa no perfil que não tolera perdas, riscos e quedas, o melhor caminho é investir em produtos de renda fixa.

Vale a pena investir em ações durante a crise econômica?

Apesar de atingir diretamente diversos setores da economia, a crise pode ser uma oportunidade nas seguintes situações:

  • Para o investidor que possui investimentos de longo prazo;
  • Para o investidor que conta com uma reserva de emergência;
  • Para o investidor que tem uma carteira diversificada (exemplo: dólar, ativos internacionais, renda fixa, dentre outros ativos mais defensivos).

Mas lembre-se do que falamos antes: mesmo que você queira adquirir ações, é sempre bom agir com o máximo de cautela e comprar aos poucos.

Dicas para começar investir em ações mesmo na crise

Nem todos os investidores possuem o mesmo perfil. É por isso que eles podem ser classificados entre conservador, moderado, agressivo ou arrojado. Isso significa que cada um vai ter objetivos e condições diferentes de atuação no mercado financeiro.

Sendo assim, mesmo para aqueles que já atuam na B3 ou desejam entrar agora durante a crise econômica, podem seguir algumas dicas. Dessa forma, você tem uma experiência mais saudável na hora de lidar com a volatilidade da Bolsa de Valores.

  • Selecione as empresas desejadas;
  • Analise os fundamentos;
  • Faça o seu planejamento financeiro;
  • Observe o mercado sempre que puder;
  • Veja e entenda o histórico de outras crises econômicas;
  • Acompanhe perfis de analistas e gestores.

Sugestão de conteúdo

Sabemos como esse tipo de assunto pode gerar diversas perguntas. Por isso, criamos este guia completo para você aproveitar:

Descomplicamos?

Esperamos que sim. Gostaria de perguntar algo pra gente? Basta escrever sua mensagem que vamos te ajudar. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Viver de investimentos: mito ou realidade?

Taxa Selic: guia completo

Banco Safra cria fundo de investimento focado sustentabilidade

Imóvel como investimento: guia completo

O que são debêntures?

Renda passiva: o que é e quais os tipos de investimento?

Allugator: investir em locação de eletrônicos pode render até 16% ao ano

Conheça 5 fatos sobre os Fundos Imobiliários (FIIs)

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Investimentos