Foregon.comConteúdos

Confira as principais alterações no MEI em 2020

Por Camila SilveiraPublicado em
Compartilhe

Todos os anos, o Comitê Gestor do Simples Nacional revisa as atividades permitidas do Microempreendedor Individual. Neste ano, ocorreram algumas alterações no MEI, que foram baseadas nas resoluções de 2017 e 2018. Confira as principais mudanças e esclareças todas as suas dúvidas.

Mudanças em atividades

Determinadas atividades tiveram apenas algumas mudanças. Veja abaixo umas alterações que a resolução de 2018 estabeleceu:

  • Pet shop: não inclui a venda de medicamentos, o que antes não estava claro;
  • Viverista: não inclui a produção de morangos, por tratar-se de uma lei específica.

Alterações no MEI: atividades excluídas

Mais de 20 atividades foram suspensas do programa MEI, portanto não são mais permitidas as ocupações, como:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Abatedor de Aves Independente;
  • Alinhador de Pneus Independente;
  • Aplicador Agrícola Independente;
  • Balanceador de Pneus Independente;
  • Coletor de Resíduos Perigosos Independente;
  • Comerciante de Extintores de Incêndio Independente;
  • Comerciante de Fogos de Artifício Independente;
  • Comerciante de Gás Liquefeito de Petróleo (GlP) Independente;
  • Comerciante de Medicamentos Veterinários Independente;
  • Comerciante de Peças e Acessórios para Motocicletas e Motonetas Independente;
  • Comerciante de Produtos Farmacêuticos Homeopáticos Independente;
  • Comerciante de Produtos Farmacêuticos, sem Manipulação de Fórmula Independente;
  • Confeccionador de Fraldas Descartáveis Independente;
  • Coveiro Independente;
  • Dedetizador Independente; 
  • Fabricante de Absorventes Higiênicos Independente;
  • Fabricante de Águas Naturais Independente;
  • Fabricante de Desinfestantes Independente;
  • Fabricante de Produtos de Perfumaria e de Higiene Pessoal Independente;
  • Fabricante de Produtos de Limpeza Independente;
  • Fabricante de Sabões e Detergentes Sintéticos Independente;
  • Operador de Marketing Direto Independente;
  • Pirotécnico Independente;
  • Produtor de Pedras para Construção, Não Associada à Extração Independente;
  • Proprietário de Bar e Congêneres Independente;
  • Removedor e Exumador De Cadáver Independente;
  • Restaurador de Prédios Históricos Independente;
  • Sepultador Independente.

Observação: o Personal Trainer está em processo de reinclusão no MEI, com o Projeto de Lei Complementar 147/2019. Para acompanhar a situação atual, acesse o portal da Câmara dos Deputados.

Alterações no MEI: contribuição mensal

Em razão do reajuste do salário mínimo, o valor da contribuição mensal do MEI aumentou. Em 2020, a taxa mensal é de R$ 52,25 ou R$ 53,25 (comércio ou indústria, dependendo da necessidade de o MEI pagar ou não a taxa de ICMS), R$ 57,25 (prestação de serviços) ou R$ 58,25 (comércio e serviços ou indústria e serviços juntos).

Alterações no MEI: declaração anual

A última mudança envolve a declaração anual de faturamento (DASN-Simei). A partir deste ano, o MEI deve informar a receita auferida com prestação de serviços. Antes, era só a receita relacionada às atividades do comércio.

Descomplicamos?

Qualquer dúvida sobre as mudanças do MEI, deixe um comentário para nós que ajudaremos você. Esperamos ter ajudado. Até breve!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Camila Silveira

Estudante de Publicidade e Propaganda e Redatora na Foregon. É fascinada por músicas, livros, conversas e procura entender a real necessidade das pessoas para poder solucioná-la através de seu trabalho.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Qual o prazo para sacar o FGTS após demissão?

  • Dicas financeiras

    Como parcelar boleto com cartão de crédito?

  • Dicas financeiras

    O que é a Click Conta Bradesco?

  • Dicas financeiras

    Faturamento MEI 2020: descubra

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras