Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Conheça 3 formas para gerar renda imobiliária

Por Sabrina VansellaPublicado em

Muitas pessoas defendem a compra de imóveis imobilizados como forma de investimento, pois no Brasil há um histórico de aumento da inflação, o que é atrativo por entregar bons rendimentos. Mas, você sabia que existem outras formas de gerar renda imobiliária? Continue a leitura e conheça.

Renda imobiliária: o que é? 

Basicamente, a renda imobiliária é todo o ganho através de propriedades imobiliárias disponíveis no mercado. O rendimento pode acontecer através da valorização dos imóveis ou pelo fluxo de caixa concedido através do uso dessas propriedades.

Ou seja, imóveis que são colocados para alugar e geram fluxos de renda podem ser mais atrativos do que aguardar os rendimentos provenientes da inflação para efetuar a venda.

Principais gastos como proprietário de imóvel

Todos os investimentos estão sujeitos a riscos e não seria diferente no caso dos imóveis. Além de você depender de uma segunda pessoa para comprar ou alugar o seu imóvel, existem outros custos, como:

  • Pagamentos de Imposto de Transmissão de Bens Imóveis;
  • Gastos com escritura de imóveis em cartórios;
  • Gastos com registro de imóveis em cartório imobiliário;
  • Imposto de Renda sobre o recebimento dos aluguéis.

Por isso, é muito importante estar atento a esses custos,  porque eles podem ser elevados. Para driblar esse problema, existe uma alternativa que consegue te entregar rendimentos com menos gastos, conhecido por Fundos Imobiliários.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Tipos de Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs)

Atualmente existem diversas formas de investir em fundos de investimentos imobiliários. Afinal, não é preciso comprar um imóvel para fazer investimentos nesse mercado. No caso do FII, o dinheiro é convertido em cotas.

Em resumo, cada investidor tem uma parcela em empreendimentos físicos e o lucro vem desses ativos ou da valorização das cotas. Veja algumas opções de imóveis que podem ser investidos dessa forma:

  • Shoppings;
  • Escolas e faculdades;
  • Hospitais;
  • Cemitérios;
  • Residências familiares;
  • Hotéis e resorts;
  • Galpões logísticos, entre outros.

Principais formas de obter renda imobiliária 

Agora que você conheceu as principais opções, chegou o momento de entender como obter renda imobiliária:

Aluguel de imóveis próprios

Assim como foi citado anteriormente, a principal forma de obter rendimentos de propriedades é por meio do rendimento de aluguel de imóveis próprios. Nesse caso, você deverá adquirir um imóvel e disponibilizá-lo no mercado para aluguel.

Apesar de ser o mais reconhecido, essa não é a forma mais simples de conseguir rendimentos. Pois existem alguns gastos que são considerados elevados, como:

  • Alto investimento inicial para compra do imóvel;
  • Custos em transferências e registros;
  • Riscos de inadimplência do inquilino;
  • Alíquotas altas no Imposto de Renda;
  • Demanda tempo e envolvimento para administrar a propriedade.

Compra e venda de imóveis

A compra e venda de imóveis é uma forma de gerar lucro diferente do aluguel, afinal, o investidor deve esperar a valorização da propriedade ao invés de garantir rendimentos periódicos.

Caso prefira fazer esse tipo de renda imobiliária, é indicado que você tenha uma atenção maior com as despesas. Após contabilizar todas elas, é válido lembrar que o valor da venda deverá incluir os gastos para que aconteça um lucro.

Geralmente, esse tipo de rendimento imobiliário demanda tempo e pesquisa que nem todos investidores possuem.

Rendimentos de Fundos Imobiliários

Os Fundos Imobiliários estão sendo cada vez mais procurados e são uma das melhores formas de lidar com imóveis. Por outro lado, é preciso ter conhecimento e tempo para fazer investimentos através da Bolsa de Valores.

Nessa opção, o investidor deve adquirir cotas para receber os rendimentos que são distribuídos pelos Fundos Imobiliários mensalmente. Existem duas formas vertentes desse investimento:

  • Fundos de papel: investimento que compra fundos que investem majoritariamente em recebíveis imobiliários e títulos de Renda Fixa em crédito imobiliários;
  • Fundos de tijolo: investimentos em imóveis já construídos e funcionais.

Descomplicamos?

Esperamos que você tenha gostado de conhecer diferentes formas de gerar renda com imóveis. Se restou alguma dúvida, faça um comentário que nós descomplicamos para você. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Despesas fixas, variáveis e adicionais: qual é a diferença?

CPF Protegido: o que os alertas significam e o que o usuário ganha com isso

Birôs de crédito são todos iguais?

Qualquer um pode criar conta na Foregon e usar o CPF Protegido?

Por que na Foregon o monitoramento do CPF é gratuito?

Confira os principais gastos do começo do ano e planeje o seu 2022

O CPF Protegido da Foregon é gratuito?

Crescimento e expansão das fintechs