Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Conheça 6 vantagens em ser um microempreendedor individual

Por Sabrina VansellaPublicado em

Aqueles que trabalham como autônomos ou estão considerando abrir o próprio negócio precisam conhecer as principais vantagens de ser MEl. Apesar do custo mensal, existem alguns benefícios que conseguem compensar esse valor. Continue a leitura e conheça seis deles.

MEI: o que é e quem pode se tornar

Através da Lei 128/2008, é possível formalizar autônomos ao se tornarem MEI. Com isso, os direitos são assegurados e o vínculo empregatício passa a ser fornecido para aqueles que não trabalham com carteira assinada, como: motoristas de aplicativo, manicures, diaristas, entre outros.

Ao se tornar MEI, apesar de haver uma pequena cobrança tributária mensal, você ganha um Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e consegue comprar de fornecedores com melhores preços, além de garantir outros benefícios.

Quem pode se tornar MEI?

Atualmente, são mais de 11 milhões de microempreendedores individuais ativos no país. No entanto, existem algumas exigências para se tornar MEI e garantir uma cobrança tributária fixa e mais baixa. Veja o que é preciso:

  • Ter visto permanente ou ser brasileiro e maior de 18 anos;
  • Não ser servidor público ou pensionista;
  • Não exercer atividades regulamentadas por órgãos de classe como: médico, advogado, dentista e engenheiro;
  • Ter faturamento anual de até R$ 81 mil;
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outra empresa.

6 benefícios por ser MEI

Formalização gratuita e rápida

O processo para se tornar um MEI e ter CNPJ é gratuito e pode ser feito totalmente online. Dessa forma, é muito simples conseguir seu próprio CNPJ sem precisar se preocupar com taxas, declarações em papéis ou assinaturas físicas.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Tributação simplificada

Para ajudar os microempreendedores individuais, as tributações são feitas em um regime simplificado do Simples Nacional. Por isso, para continuar usufruindo das vantagens de ser MEI, é preciso fazer o pagamento mensal do Documento de Arrecadação do Simples Nacional.

Direito aos benefícios do INSS

Ao formalizar MEI, o empreendedor passa a ter direitos aos benefícios do INSS, como: cobertura previdenciária (aposentadoria por idade ou invalidez), auxílio reclusão, auxílio doença, salário maternidade e pensão por morte para os familiares.

Emissão de nota fiscal

Como microempreendedor individual, é possíve lemitir notas fiscais e conseguir vender ou prestar serviços para Pessoas Jurídicas. Além disso, a nota fiscal traz mais credibilidade para o seu negócio.

Empréstimos mais baratos

Geralmente, as instituições financeiras oferecem empréstimos com mais facilidade e garantem taxas de juros mais baixas para microempreendedores individuais e até mesmo com o nome negativado.

Declaração de renda 

A declaração de renda costuma preocupar muitas pessoas, mas para quem tem MEI é possível declarar a renda de forma simplificada, apenas uma vez ao ano, através da Declaração Anual do Simples Nacional para Microempreendedor Individual.

Gostou do conteúdo?

Acompanhe o blog da Foregon e não perca nenhum artigo que pode ajudar na sua vida financeira e empresarial. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe nos comentários. Até mais.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Sociedade Anônima (S.A): o que esse termo significa?

5 bandeiras de cartão de crédito que você deve aceitar no seu negócio

Varejo pós pandemia: 7 novas tendências para os meios de pagamentos

Google Meu Negócio: como cadastrar minha loja na pesquisa do Google?

Voucher e cartão de benefícios: vale a pena aceitar no meu negócio?

Custo de Aquisição de Cliente (CAC): o que significa?

E-commerce: como usar o marketing de influência para vender mais?

Conheça 6 vantagens em ser um microempreendedor individual