Foregon.comConteúdos

Conheça a história e as fases do Plano Real

Por Camila SilveiraPublicado em
Compartilhe

O Plano Real foi um programa brasileiro de estabilização da economia que proporcionou o fim da inflação elevada no país: situação que durou aproximadamente 30 anos. Neste artigo, você vai conhecer melhor a história e as fases do Plano Real, que foram o Programa de Ação Imediata, a criação da Unidade Real de Valor (URV) e a implementação da moeda Real.

Conheça as fases do Plano Real

1. Programa de Ação Imediata 

A primeira fase é referente ao Programa de Ação Imediata (PAI) que foi um conjunto de medidas econômicas elaborado no mês de julho de 1993. Ele preparou a nação para o lançamento do Plano Real no ano seguinte. Nesta época, o presidente era o Itamar Franco e o Fernando Henrique Cardoso era Ministro da Fazenda. 

Sendo assim, foi necessário equilibrar contas públicas do governo por meio de uma redução do orçamento, criar um plano de privatizações, entre diversas outras medidas que tinham como finalidade alcançar um resultado econômico positivo. 

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Em linhas gerais, o objetivo dessa etapa foi de reduzir as despesas do governo e, ao mesmo tempo, aumentar as receitas da União.

2. Criação da Unidade Real de Valor 

A segunda fase do Plano Real aconteceu no dia 27 de maio de 1994 e possuía a finalidade de implementar uma unidade monetária que pudesse desindexar a economia. Tratava-se de uma moeda virtual atrelada à cotação do dólar no dia anterior.

Na prática, todos os preços na prateleira eram marcados com o valor de URV, mas quando se pagava, o valor era convertido para a moeda circulante, o Cruzeiro Real. Sendo assim, a proporção entre o URV e o Cruzeiro Real era atualizado todos os dias por meio de uma nota fiscal do BACEN, que depois era circulada pelas mídias. 

3. Implementação da moeda Real

Por fim, a terceira fase do Plano Real foi a implementação oficial da moeda Real, em 1º de julho de 1994. Dessa forma, todas as pessoas precisaram converter os seus Cruzeiros Reais (CR$) para o Real. A conversão determinada pelo governo era de R$ 1 para cada CR$ 2.750.

O sucesso do lançamento da moeda foi tão grande que ela conseguiu permanecer por muitas décadas. E como o país havia passado por várias trocas monetárias em tão pouco tempo, essa consolidação foi uma enorme conquista. 

Qual foi o resultado do Plano Real?

Ele foi capaz de reduzir drasticamente a inflação brasileira que atormentava a população por muitos anos. Além disso, foi responsável pelo aumento do poder de compra dos consumidores brasileiros e pela redução da pobreza no país. 

Gostou do conteúdo? Esperamos que sim. Caso tenha restado alguma dúvida sobre a história e as fases do Plano Real, deixe um comentário para nós que descomplicaremos para você!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Camila Silveira

Estudante de Publicidade e Propaganda e Redatora na Foregon. É fascinada por músicas, livros, conversas e procura entender a real necessidade das pessoas para poder solucioná-la através de seu trabalho.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Qual o prazo para sacar o FGTS após demissão?

  • Dicas financeiras

    Como parcelar boleto com cartão de crédito?

  • Dicas financeiras

    O que é a Click Conta Bradesco?

  • Dicas financeiras

    Faturamento MEI 2020: descubra

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras