Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Conheça o empréstimo da Caixa sem consulta ao SPC e Serasa

Por Janaína TavaresPublicado em

Está procurando ter acesso ao crédito, mas o seu nome está negativado no momento? Saiba que mesmo nesta situação, há modalidades de crédito feitas para você. Um exemplo disso é o empréstimo da Caixa Econômica Federal que pode liberar até R$ 100 mil para os seus clientes. Gostaria de saber mais informações a respeito? Continue a leitura do artigo.

Como funciona o empréstimo da Caixa?

Esse crédito foi criado exclusivamente para atender as necessidades das pessoas que estão inadimplentes.

Portanto, a concessão do empréstimo é livre de consultas ao SPC e Serasa. Neste caso, a instituição financeira responsável consegue liberar até R$ 100 mil.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Além disso, para garantir o pagamento dessa dívida, a Caixa aceita o penhor de bens ou o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Veja, logo abaixo, como isso funciona na prática.

FGTS como garantia

O dinheiro do FGTS pode servir de garantia para o seu empréstimo da Caixa. Aliás, o crédito é de 10% do valor que está disponível neste fundo.

Sendo assim, caso você tenha R$ 20 mil no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, terá o direito de receber um empréstimo de até R$ 10 mil, por exemplo.

Como solicitar?

Para conseguir esse empréstimo, a empresa para qual você trabalha deve ter um convênio com a Caixa. Para saber se existe ou não esse convênio, vá até o RH do seu local de trabalho e pergunte.

Importante: você precisa pagar as prestações do empréstimo em dia. Se isso não acontecer, o banco poderá recorrer ao seu FGTS.

Penhor da Caixa

Nessa garantia de pagamento, por outro lado, há a possibilidade de penhorar um bem que possua o mesmo valor do crédito concedido.

Com isso, o preço do empréstimo é calculado com base em 85% do valor de mercado do bem penhorado.

O que a instituição financeira aceita como penhor?

De modo geral, o banco aceita o penhor de jóias como, por exemplo:

  • Metais nobres;
  • Relógios;
  • Ouro, de no mínimo, 12 quilates;
  • Pérolas, dentre outros bens.

Importante: assim como no uso do FGTS, aqui as parcelas também devem ser pagas regularmente. Se não, o penhor do inadimplente tem a chance de ser leiloado.

Conteúdos que você precisa conhecer

Agora que você já conheceu os principais detalhes do empréstimo oferecido pela Caixa, que tal ter acesso a mais conteúdos da Foregon? Fizemos uma seleção especial para você:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você a entender essa modalidade de crédito disponibiliza pela Caixa. Qualquer dúvida, envie sua pergunta aqui pra gente e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Caixa Tem pode liberar empréstimo para público de baixa renda

Adiantamento a depositante do Itaú: o que é e como funciona?

Empréstimos Santander: conheça todas as modalidades

Empréstimos Banco do Brasil: conheça todas as modalidades

Qual o melhor banco para contratar empréstimo pessoal?

Home equity: cresce o empréstimo com garantia de imóvel

Refinanciamento de empréstimo: o que é e quando vale a pena?

O que é amortização de empréstimo, como calcular e quais as vantagens?