Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Consulta de habilitação do seguro-desemprego: saiba detalhes

Por Camila SilveiraPublicado em

Quando um funcionário é demitido de uma empresa sem justa causa, ele pode solicitar o seguro-desemprego. Mas, apesar desse recurso ser extremamente bom, a dor de cabeça de estar desempregado é alta, e ainda poderão ocorrer situações complicadas na consulta de habilitação do seguro-desemprego, caso ele não saiba o que fazer.

Seguro-desemprego: para o que serve?

O seguro-desemprego é um benefício criado para os trabalhadores demitidos sem justa causa, que acabam recebendo de três a cinco parcelas. Ele serve como um suporte financeiro temporário para o funcionário dispensado com um valor definido por meio de um cálculo que indica a base dos últimos três salários recebidos pelo colaborador.

Para realizar a solicitação do seguro-desemprego, o trabalhador deve comparecer até uma agência física da Caixa Econômica Federal ou no Poupatempo mais próximo, portanto documentos, como o cartão cidadão com senha cadastrada, RG, CPF e número do NIS (indicado na carteira de trabalho).

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como fazer a consulta de habilitação do seguro desemprego?

Para saber se a sua solicitação foi aceita, é necessário realizar a consulta de habilitação do seguro-desemprego. Veja o passo a passo:

  1. Acesse o site da Caixa Econômica Federal;
  2. Selecione a opção "Benefícios e Programas";
  3. Clique em "Seguro-desemprego";
  4. Em seguida, clique em "Consultar o Pagamento";
  5. Realize o login usando o seu CPF, NIS ou e-mail;
  6. Se for o seu primeiro acesso, clique em "Cadastrar/Esqueci Senha";
  7. Feito isso, selecione a opção "Consulte seu benefício".

Após realizar todo esse processo, você conseguirá acompanhar o andamento da sua solicitação e também verificar o valor das parcelas e data de pagamento.

Entenda o que significa algumas situações

A consulta da habilitação do seguro-desemprego é fundamental para o uso do recurso emergencial.

E, como há algumas circunstâncias específicas para obter a habilitação do seguro-desemprego, a consulta mostra em qual dessas condições você se encontra, libera a sua admissão, informa se a parcela foi devidamente liberada e, caso sim, comprova admissão e libera o saque.

Entenda, ao realizar uma consulta de habilitação do seguro desemprego, o solicitante pode encontrar algumas situações complicadas. Confira detalhadamente e esclareça todas as suas dúvidas!

1. Situação: notificado

Essa situação significa que no momento da consulta de habilitação do seguro desemprego, o sistema verificou que o solicitante não precisa mais receber as parcelas, pois já está em um emprego novamente. Isso significa, portanto, que ele precisará devolver qualquer prestação que tenha recebido fora da situação de desemprego.

Se tal constatação estiver errada, o solicitante pode comparecer à Delegacia Regional do Trabalho (DRT) para regularizar a situação.

2. Situação: parcela a emitir

Neste caso, mesmo que o pagamento do benefícios esteja atrasado, o solicitante tem direito a esse dinheiro.

Geralmente, o sistema manda uma mensagem pedindo para que o trabalhador realize outra consulta após sete dias úteis, porém, isso não ocorre quando é feito o envio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Diário (Caged). Portanto, para regularizar a situação, procure fazer o envio.

3. Situação: devolvida

Se durante a consulta aparecer essa situação, é porque há alguma irregularidade com o PIS, que pode não estar cadastrado, ativo ou ter sido cancelado. Além disso, há a possibilidade do trabalhador não ter ido sacar o valor no prazo determinado.

Nesse caso, o valor é devolvido aos cofres públicos. Para normalizar a situação, é necessário, primeiro, regularizar o PIS. Em seguida, basta ir até uma Superintendência Regional do Trablho com a sua carteira de trabalho explicando o ocorrido.

4. Situação: nenhum requerimento encontrado

Se a sua solicitação não foi realizada ou não computada por alguma falha no sistema, essa mensagem aparecerá no momento em que for realizar a consulta de habilitação do seguro-desemprego. Neste caso, será necessário começar os procedimentos para pedir uma nova habilitação.

Se nenhuma dessas mensagens aparecer, quer dizer que está tudo certo! O prazo para retirar o pagamento estará no comprovante, que deverá ser emitido automaticamente após o término do procedimento e enviado via SMS.

Perguntas frequentes (FAQ)

Como consultar o Seguro-desemprego pelo celular?

Baixe o App Sine fácil no seu celular, clique em "Consulta do Seguro-desemprego" e entre com seus dados. No aplicativo é possível consultar o requerimento do seguro-desemprego, receber mensagens sobre a data de liberação das parcelas e o valor, informações sobre notificação que suspendam o requerimento, recursos e dados do vínculo empregatício.

Como saber se meu seguro pesca está liberado?

Geralmente o seguro demora, em média, 45 dias corridos para ser liberado após o pedido. A consulta pode ser feita através do App Sine Fácil.

Como consultar seguro desemprego pelo CPF?

Acesse o site da Caixa Econômica Federal. Selecione a opção "Benefícios e Programas", clique em "Seguro-desemprego" e "Consultar o Pagamento". Realize o login usando o seu CPF. Feito isso, selecione a opção "Consulte seu benefício".

O que significa a mensagem Parcela a emitir na consulta do seguro-desemprego?

Neste caso, mesmo que o pagamento do benefícios esteja atrasado, o solicitante tem direito a esse dinheiro. Geralmente, o sistema manda uma mensagem pedindo para que o trabalhador realize outra consulta após sete dias úteis, porém, isso não ocorre quando é feito o envio do Caged. Portanto, para regularizar a situação, procure fazer o envio.

O que é preciso para receber seguro-desemprego?

Para pedir o benefício o trabalhador precisa acessar o site do Governo Federal, aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou entrar em contato com a Superintendência do Trabalho da região em que se encontra. Para isso é necessário ter o CPF em mão e o número de requerimento do seguro-desemprego, que é fornecido no momento da rescisão.

Como receber seguro desemprego direto na conta?

Desde de 2020, quem solicita o seguro-desemprego pode receber o dinheiro na conta bancária de sua preferência. Para isso, você deverá informar se a conta é corrente ou poupança, o número e o nome do banco, o número da agência com o dígito verificador e o número da conta de mesma titularidade, sem esquecer do dígito verificador. Isso deve ser feito na hora de solicitar o benefício.

O que é consulta de habilitação do Seguro-desemprego?

O serviço de consulta que permite o trabalhador saber se sua solicitação do seguro-desemprego foi aceita.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Imposto de renda: saiba como sair da malha fina

Aumento da energia: saiba quais são os vilões da conta de luz

Aneel aciona bandeira vermelha em patamar 2 e impacta economia brasileira

Organizze: veja o passo a passo de como usar o aplicativo para controlar suas finanças

A melhor forma de utilizar o dinheiro da restituição do IR 2021

Cashback: guia completo

Dia dos namorados: como economizar?

5 dicas para você cuidar do seu dinheiro e gastar sem culpa