Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Conta de luz sofre reajuste de 52%; descubra qual o impacto no seu bolso

Por Sabrina VansellaPublicado em

A partir deste mês, a conta de luz vai ficar mais cara. O aumento deve ser de quase 8% em média no valor final. O motivo para o acréscimo acontece por conta de uma das maiores crises hídricas que o Brasil está passando.

O reajuste na bandeira tarifária vermelha patamar 2, feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi aprovado em reunião da diretoria da agência na terça-feira (29). Atualmente, as bandeiras representam uma cobrança extra em cima da conta de luz a cada 100 Kwh consumidos. A cor pode variar a cada mês e depende diretamente do cenário e da capacidade das hidrelétricas produzirem. energia  durante o período.

Lembrando que esta mudança não acontece em todos os meses, no entanto, quando a bandeira tarifária patamar 2 for acionada, o valor da cobrança passará a ser de R$ 9,49 a cada 100 Kwh consumidos, anteriormente, o valor era de R$ 6,24. Ou seja, um aumento de 52% da tarifa.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

"Esse reajuste na bandeira tarifária pode encarecer a conta de energia em 8% em média", diz André Braz, coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV).

"O impacto não é permanente e vigora durante a prática da bandeira vermelha patamar 2 o que pode se estender por todo o segundo semestre", conclui o coordenador.

Entenda as bandeiras tarifárias:

O valor do consumo de energia é pago referente ao mês anterior e para chegar na quantia certa são analisadas as condições de abastecimento do país. O acréscimo que foi citado anteriormente, apenas ocorre quando a bandeira amarela, vermelha patamar 1 e vermelha patamar 2 são acionadas.

Saiba mais sobre as quatro bandeiras estabelecidas e o valor cobrado por cada uma:

  • Bandeira verde: quando os reservatórios estão cheios. Não há cobrança adicional à tarifa base;
  • Bandeira amarela: quando os níveis dos reservatórios começam a baixar, a cobrança é de R$ 1,34 por 100 Kwh consumidos.
  • Bandeira vermelha patamar 1: esta bandeira é acionada quando a situação hídrica está em estado crítico. A cobrança é de R$ 4,16 por 100 Kwh consumidos.
  • Bandeira vermelha patamar 2: quando as hidrelétricas não conseguem mais suprir a demanda de energia, reajuste sobe para R$ 9,49 por 100 Kwh consumidos.

Quando o reajuste da bandeira tarifária será cobrado?

Apesar do anúncio feito na terça-feira (29) sobre o reajuste da bandeira tarifária vermelha patamar 2, o impacto só será de fato sentido pelos brasileiros no mês de agosto.

Já que no mês de julho a bandeira será acionada, ou seja, a fatura apenas será paga em agosto pelos consumidores.

Qual o motivo deste reajuste?

O reajuste das bandeiras tarifárias é mais comum do que parece, porém o último reajuste havia sido feito em 2019, e com um valor mais baixo. Ainda assim, o aumento é uma consequência da maior crise hídrica dos últimos 91 anos que o Brasil passa.

A falta de chuva está sendo um fator determinante na produção de energia das hidrelétricas, que correspondem a 65% da matriz energética brasileira. Para suprir a necessidade nacional, as usinas termelétricas foram acionadas, mas são mais custosas e por isso foi necessário propor um reajuste.

Informamos?

Esperamos ter ajudado com essas informações. Se tiver alguma dúvida, faça um comentário. Não esqueça de compartilhar com os amigos e familiares. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tribunal de Justiça de São Paulo abre concurso para 845 vagas de nível médio

Lojas Renner terá conta digital para fidelizar clientes

Oportunidade de emprego: confira mais de 3 mil vagas abertas

Banco Inter disponibiliza cashback para MEI e PJ no cartão de crédito

PicPay compra 100% do Guiabolso com foco no open banking

Procon-SP: bancos deverão provar segurança dos aplicativos

Netflix altera preço da assinatura: confira os novos valores

Junção de Open Banking com Pix: tudo o que você precisa saber