Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Coronavírus: como manter a saúde mental durante a crise?

Por Camila SilveiraPublicado em

A mente pode ser o nosso pior inimigo, principalmente quando não damos a devida atenção durante situações complexas, como esta em que estamos vivendo. A pandemia do coronavírus trouxe consigo mudanças bruscas em nossas rotinas, como o isolamento social que, embora seja eficaz contra a propagação do vírus, proporciona determinados sentimentos de angústia.

Você, que está se sentindo muito sozinho, frustrado ou ocioso durante a quarentena, confira cinco dicas para enfrentar esse momento, de forma mais tranquila. O propósito é cuidar da sua saúde mental durante a crise da Covid-19 e, como resultado, evitar maiores prejuízos para a sua vida. Vamos começar?

Coronavírus: como manter a saúde mental durante a crise?

1. Converse com as pessoas

Talvez o que torna a quarentena de muitas pessoas ruim, é o distanciamento social e a falta de um apoio familiar. Em vista disso, aproveite a disponibilidade que você tem em casa para entrar em contato com as pessoas que ama e mantenha a sua cabeça tranquila em relação à isso. Com certeza, essa ação pode ajudar neste período.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

O isolamento social pode até impedir o contato próximo com outras pessoas, mas ele não proíbe você de conversar com a sua família e amigos, não é mesmo? Use as ferramentas disponíveis, como as redes sociais, aplicativos de vídeo conferência ou seu celular para conversar com quem você ama e mate a saudade, mesmo de longe.

2. Cuidado com o excesso de informações

Ao mesmo que tempo que ficar de olho nas notícias sobre o coronavírus é bom para se atualizar, isso pode ser um problema para a sua saúde mental. O excesso de informações durante a quarentena pode causar uma sobrecarga de estímulos e ansiedade, o que pode aumentar o seus níveis de stress.

Portanto, ao se deparar com essas informações, analise as suas reações e, se for necessário, evite o consumo desses conteúdos negativos. Mas não se esqueça: caso queira se manter atualizado sobre os casos de coronavírus, opte por ler conteúdos em fontes oficiais e confiáveis, combinado?

3. Pratique atividades que aumentem o seu bem-estar

Por mais que estejamos longe da escola ou trabalho, as obrigações não deixam de existir. Temos que continuar trabalhando, acompanhar a rotina de estudos dos filhos, caso houver, cuidar da casa, finanças, entre outros afazeres. No entanto, com a flexibilidade que a quarentena oferece, precisamos encontrar um equilíbrio entre as obrigações e as atividades de interesse pessoal.

Dar espaço para as atividades de nosso interesse é fundamental para manter a saúde mental e melhorar a qualidade de vida. Elas podem promover sensações de bem-estar, redução de tristeza, stress e ansiedade e o melhor de tudo: você cuidará de si mesmo e poderá desenvolver novas habilidades.

4. Estabeleça e siga uma rotina

Embora muita gente acredite que a rotina seja chata, ela pode ser muito boa para a saúde mental. Determinar atividades para o seu dia a dia permite que você se organize e promove a sensação de segurança e conforto emocional. Portanto, respeite seus horários, defina afazeres para cada período e, como resultado, mantenha a sua cabeça mais tranquila.

5. Conheça a ferramenta A.C.A.L.M.E.-S.E

Essa é uma estratégia criada pelo psicólogo e pesquisador Bernard Rangé, que pode ser muito eficaz nesse momento de pandemia do coronavírus. Ela alivia a ansiedade, reduz ataques de pânicos e até mesmo sintomas físicos que podem surgir ao longo do tempo, devido ao acúmulo de stress. Confira alguns indícios:

  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Sensação de falta;
  • Aumento da transpiração não relacionada ao calor ou exercícios físicos;
  • Tremores;
  • Boca seca;
  • Mãos e pés frios;
  • Musculatura contraída e náuseas.

Gostou do conteúdo?

Ajudamos você com essas cinco dicas? Esperamos que sim. Qualquer dúvida sobre o conteúdo, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?

Procon alerta para anúncio falso de vacina contra o covid-19

Como a pandemia afetou a economia brasileira em 2020?

Benefícios de aplicar o Auxílio Emergencial no Nubank ou Banco Inter

Réveillon 2021: festas são canceladas em diversos estados

Digitalização na pandemia: como as empresas têm investido em tecnologia?

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Especial coronavírus