Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Coronavírus: governo de SP anuncia reabertura gradual da economia

Por Camila SilveiraPublicado em

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (22) a reabertura gradual da economia, que atualmente está restringida devido à pandemia do coronavírus. A medida está prevista para começar a partir do dia 11 de maio e será realizada em etapas, com autorizações específicas para cada região do estado, de acordo com o avanço da doença.

O governo não informou detalhes sobre a reabertura, como por exemplo, a volta do funcionamento de escolas e comércios. Essas informações estão previstas para serem divulgadas apenas no dia 8 de maio. 

O estado de SP não vai ficar em quarentena?

De acordo com João Doria, em entrevista para o site Exame Abril, o governo não está dizendo que o estado deixará de ter quarentena depois do dia 10 de maio. A medida apenas vai estabelecer áreas e setores que poderão ser estendidos ou não durante a crise do coronavírus.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Os critérios que serão usados para o retorno de determinadas atividades consideram a preparação do sistema de saúde, da sociedade e dos setores econômicos. Além disso, o uso de máscara pela população será obrigatório.

Critérios para a reabertura gradual da economia

De início, será preciso segmentar todos os municípios de acordo com a situação da pandemia do coronavírus e conforme a capacidade do sistema de saúde – quantidade de leitos de UTI disponíveis e testes para assintomáticos e suspeitos. Também serão preparados protocolos de saúde e higiene para cada setor de trabalho que poderá retomar as atividades.

O plano para conter os efeitos negativos da economia será conduzido para evitar a reabertura desenfreada do comércio e o aumento de número de casos e mortes em decorrência do novo coronavírus. Porém, o prejuízo econômico pode ser muito maior se a retomada dos estabelecimentos levar a uma quarentena mais rígida nos próximos meses.

Estabelecimentos em funcionamento

Há alguns estabelecimentos em funcionamento, dentro das regras sanitárias, como: açougues, empresas de segurança pública e privada, captação de distribuição de água, captação e tratamento de esgoto e lixo, clínicas veterinárias, meios de comunicação, postos de combustíveis, bancos, serviços médicos e odontológicos, lotéricas, supermercados, entre outros.

O governador do estado solicita aos prefeitos das cidades para que não realizem nenhuma mudança de isolamento social antes da data estabelecida para a reabertura de determinados estabelecimentos, no dia 11 de maio. 

Taxas de isolamento acima de 50% em municípios de SP

  • São Paulo: 57%;
  • São Sebastião: 67%;
  • Cruzeiro: 64%;
  • Lorena: 63%;
  • Caraguatatuba: 61%;
  • Ribeirão Pires: 61%;
  • Itanhaém: 58%;
  • São Vicente: 58%;
  • Mariporã: 58%;
  • Caçapava: 58%;
  • Cajamar: 58%;
  • Caieiras: 58%;
  • Bebedouro: 58%;
  • Pindamonhangaba: 58%;
  • Ibiúna: 57%;
  • Itapecerica da Serra: 56%;
  • Votuporanga: 56%;
  • Piraçununga: 56%;
  • Guaratinguetá: 56%.

Acesse outros conteúdos da Foregon

Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas. Para tornar esse momento mais tranquilo, separamos demais conteúdos para você aproveitar:

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Liberado novo saque da 4ª parcela do Auxílio Emergencial: veja como sacar

SP Acolhe: saiba tudo sobre o auxílio de R$ 300 e veja como se inscrever

Governo de SP inicia pagamentos do ‘Vale Gás’ e ‘SP Acolhe’. Veja como sacar

Prorrogação do Auxílio Emergencial 2021: o que mudará?

Pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial é antecipado: veja as datas

Confirmado: governo anuncia prorrogação do Auxílio Emergencial até outubro de 2021

Terapia popular: opções gratuitas que promovem saúde mental e financeira

Governo de SP pagará auxílio de R$ 300 a parentes de vítimas do Covid-19