Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Da crise ao desemprego: cerca de 130 mil brasileiros deixam o país

Por Sabrina VansellaPublicado em

A falta de estabilidade no Brasil faz com que muitas pessoas tenham interesse em tentar uma nova vida no exterior, mesmo com as restrições ligadas a Covid-19, muitos brasileiros deixaram o país em 2021.

Em consequência da crise econômica e da alta taxa de desemprego, que aumentam a falta de perspectiva do futuro, os dados coletados pela Polícia Federal, registraram que mais de 131,5 mil brasileiros saíram do país e não retornaram entre janeiro e maio de 2021.

O Sistema de Tráfego Internacional (STI), consegue registrar os movimentos de entrada e saída das pessoas que estão no Brasil. E, a partir disso, é possível analisar os dados após os brasileiros e estrangeiros passarem pelo controle migratório da PF nos portos, aeroportos e fronteiras terrestres.

Principais destinos dos brasileiros

O coordenador estatístico do Observatório das Migrações Internacionais e pesquisador do IBGE, Tadeu Oliveira, comentou que este movimento é um reflexo de momentos de desesperança, como os registrados nas décadas passadas. "Estamos vendo a retomada de um fenômeno das décadas de 1980 e 1990. O brasileiro acha que vai ter trabalho e tenta a sorte em países como Estados Unidos e Portugal", disse Oliveira em entrevista à CNN.

Em destaque, os países apontados são as principais apostas dos brasileiros para iniciar uma nova vida. Mas o Japão e o Reino Unido também são opções viáveis que receberam fluxo crescente.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Apesar de ser necessário um bom investimento para mudar de país, as principais pessoas que deixam o Brasil são de classe média baixa, pois sem oportunidades nacionais, arriscam uma vida fora do país.

Por conta da pandemia, a entrada dos brasileiros em outros países está bem difícil por conta das restrições. Atualmente, em relação a Europa, apenas a Irlanda e a Suíça permitem que brasileiros entrem em seus países, caso estejam totalmente imunizados contra a Covid-19.

Altos índices de desemprego

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou uma pesquisa que aponta a taxa de desocupação, do ano de 2020, em mais de 20 estados brasileiros com números recordes. Os dados divulgados mostram que o país finalizou o trimestre do ano passado com recorde de desemprego, ao chegar em 14,7%, equivalente a 14,8 milhões de brasileiros desempregados.

Ao analisar a situação do desemprego no país em 2021, ficou em evidência o aumento em cerca de 2 milhões de pessoas que não possuem a carteira assinada ao comparar com o mês de abril do ano passado.

Gostou do nosso conteúdo?

Se essas informações foram úteis, não esqueça de curtir. Caso tenha alguma dúvida, faça um comentário. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Inter oferece 12% de cashback nas compras feitas na Amazon

Banco do Brasil lança financiamento de iPhone em até 60X

Caixa reduz parcelas de financiamento durante licença maternidade

FGTS poderá ser utilizado para compra de casa popular em 2023

Foregon marca presença no StartupON compondo time de empreendedores da região Oeste do Estado de São Paulo

Ganhe 4% de investback com o cartão XP para abastecer seu veículo

Auxílio Brasil cancelado: conheça os principais motivos

Distrito e Foregon promovem um seminário gratuito sobre Educação Financeira para negócios