Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Da crise ao desemprego: cerca de 130 mil brasileiros deixam o país

Por Sabrina VansellaPublicado em

A falta de estabilidade no Brasil faz com que muitas pessoas tenham interesse em tentar uma nova vida no exterior, mesmo com as restrições ligadas a Covid-19, muitos brasileiros deixaram o país em 2021.

Em consequência da crise econômica e da alta taxa de desemprego, que aumentam a falta de perspectiva do futuro, os dados coletados pela Polícia Federal, registraram que mais de 131,5 mil brasileiros saíram do país e não retornaram entre janeiro e maio de 2021. 

O Sistema de Tráfego Internacional (STI), consegue registrar os movimentos de entrada e saída das pessoas que estão no Brasil. E, a partir disso, é possível analisar os dados após os brasileiros e estrangeiros passarem pelo controle migratório da PF nos portos, aeroportos e fronteiras terrestres.

Principais destinos dos brasileiros

O coordenador estatístico do Observatório das Migrações Internacionais e pesquisador do IBGE, Tadeu Oliveira, comentou que este movimento é um reflexo de momentos de desesperança, como os registrados nas décadas passadas. "Estamos vendo a retomada de um fenômeno das décadas de 1980 e 1990. O brasileiro acha que vai ter trabalho e tenta a sorte em países como Estados Unidos e Portugal", disse Oliveira em entrevista à CNN.

Em destaque, os países apontados são as principais apostas dos brasileiros para iniciar uma nova vida. Mas o Japão e o Reino Unido também são opções viáveis que receberam fluxo crescente.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Apesar de ser necessário um bom investimento para mudar de país, as principais pessoas que deixam o Brasil são de classe média baixa, pois sem oportunidades nacionais, arriscam uma vida fora do país. 

Por conta da pandemia, a entrada dos brasileiros em outros países está bem difícil por conta das restrições. Atualmente, em relação a Europa, apenas a Irlanda e a Suíça permitem que brasileiros entrem em seus países, caso estejam totalmente imunizados contra a Covid-19.

Altos índices de desemprego

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou uma pesquisa que aponta a taxa de desocupação, do ano de 2020, em mais de 20 estados brasileiros com números recordes. Os dados divulgados mostram que o país finalizou o trimestre do ano passado com recorde de desemprego, ao chegar em 14,7%, equivalente a 14,8 milhões de brasileiros desempregados. 

Ao analisar a situação do desemprego no país em 2021, ficou em evidência o aumento em cerca de 2 milhões de pessoas que não possuem a carteira assinada ao comparar com o mês de abril do ano passado.

Gostou do nosso conteúdo?

Se essas informações foram úteis, não esqueça de curtir. Caso tenha alguma dúvida, faça um comentário. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Bandeira verde deixará a conta de luz mais barata?

PicPay Card: anuncia fim da promoção de cashback de 5%

Conheça a nova função de consulta ao score de crédito do PicPay

Falha de sistema no C6 Bank resulta em desvio de R$ 23 milhões

Nova margem consignável para empréstimos em 2022 será de até 40% do benefício

Conheça as 8 mulheres mais ricas do Brasil em 2022

4 dos 10 bancos mais rentáveis do mundo são brasileiros

Saque extraordinário do FGTS: nascidos em fevereiro poderão sacar R$ 1 mil a partir do dia 30