Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Descontos do salário: entenda como funciona

Por Camila SilveiraPublicado em

Todos os trabalhadores que possuem carteira assinada têm o seu salário descontado mensalmente devido ao recolhimento de vários benefícios. Esses descontos são calculados de acordo com o salário do funcionário registrado na carteira e possuem a finalidade de garantir uma segurança financeira para o colaborador. 

Saiba que o cálculo do salário líquido leva em consideração os descontos do INSS e do Imposto de Renda de acordo com a faixa salarial do funcionário. Ou seja, esses abatimentos serão maiores se ele receber um aumento no pagamento. Entenda como funciona essas reduções do salário e veja se a sua empresa está fazendo isso de forma correta. 

Cálculo do INSS

A empresa é responsável por recolher o INSS dos seus colaboradores. Esse valor, que é descontado do pagamento do funcionário, representa um percentual sobre o salário bruto e varia entre 7% e 14%. Confira os dados referentes ao período do dia 01/03/2020 a 31/12/2020:

  • Salário de até R$ 1.045: desconto de 7.5% ;
  • Salário de R$ 1.045,01 até R$ 2.089,60: desconto de 9%;
  • Salário de R$ 2.089,61 até R$ 3.134,40:  desconto de 12%;
  • Salário de R$ 3.134,41 até R$ 6.101,06: desconto de 14%.

Cálculo do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF)

Esse cálculo costuma ser mais complexo, pois possui diversas variáveis, como o número de dependentes da pessoa, faixa de renda do contribuinte, despesas possíveis de dedução, quantidade de fontes pagadoras, entre outros. Sendo assim, é necessário muita atenção no momento de realizar os cálculos do IRPF. 

Confira as informações sobre as alíquotas do Imposto de Renda 2020: 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

  • Até R$ 1.903,08: desconto e parcela a deduzir são isentos;
  • De 1.903,99 a R$ 2.826,65: desconto de 7.5% e parcela a deduzir de R$ 142,80;
  • De 2.826,66 a R$ 3.751,05: desconto de 15% e parcela a deduzir de R$ 354,80;
  • De 3.751,06 a R$ 4.664,68: desconto de 22.5% e parcela a deduzir de R$ 636,13;
  • Acima de R$ 4.664,68: desconto de 27.5% e parcela a deduzir de R$ 869,36.

Cálculo do FGTS 

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço não é descontado do salário, porém não deixa de ser direito do trabalhador. Sendo assim, a empresa torna-se responsável por pagar uma quantia do seu FGTS por meio de uma conta bancária. Esse recolhimento representa 8% do salário e é sempre referente ao pagamento do mês anterior. 

Restou alguma dúvida? Deixe um comentário e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como cadastrar cartões no PayPal?

Ter vários cartões de crédito pode impactar no score de crédito?

Segurança: saiba como proteger os aplicativos de bancos no celular

Samsung Pay e Google Pay: qual a diferença entre as carteiras digitais?

Plataforma de crédito em cloud: o que é e como funciona?

6 dicas para identificar se o boleto bancário é falso

Minhas Finanças: entenda como organizar a vida financeira no aplicativo

É possível pagar multas com cartão de crédito?