diferença-nota-fiscal-paulista-nota-fiscal-paulistana

Quando vai ao supermercado, lojas e outros lugares para fazer compras, é comum que peçam o seu CPF para registrar na Nota Fiscal. No entanto, existem dois tipos de Nota, a Paulista e a Paulistana. Você sabe a diferença entre elas? Entenda neste artigo.

Nota Fiscal Paulista

O Programa Nota Fiscal Paulista incentiva o controle fiscal, feita pelo próprio consumidor, ao informar seu CPF e exigir o comprovante fiscal. Ela é uma garantia de que o dinheiro pago em impostos foi destinado ao Governo do Estado de São Paulo e será aplicado em serviços públicos.

Como uma forma de incentivar o cidadão a exigir a Nota Fiscal Paulista durantes as compras, o programa devolve até 30% do valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Outra vantagem é que o consumidor pode participar de sorteios e concorrer à prêmios em dinheiro todo mês.

O dinheiro pode ser transferido para a conta do consumidor ou usado para obter descontos ao pagar o IPVA. Você também tem a oportunidade de doar seus créditos no programa para entidades assistenciais, e se for o caso, os créditos doados têm seu valor multiplicado.  

Se ainda não tem o cadastro no programa, basta clicar aqui e criar seu acesso. Você poderá consultar o saldo da Nota Fiscal Paulista, ver a lista de estabelecimentos em que realizou suas compras e resgatar os valores disponíveis. Se preferir, baixe o aplicativo disponível para Android e iOS e veja tudo pelo celular.

Nota Fiscal Paulistana

“Sua Nota Vale 1 Milhão”, este é o atual nome do programa da Prefeitura da Cidade São Paulo, antes conhecido por Nota Fiscal Paulistana. O documento fiscal (Nota Fiscal de Serviços Eletrônica ou NFS-e) é emitido pelos prestadores de serviços, como estacionamentos, academias, lavanderias, escola de idiomas, hotéis, construtoras, entre outros.

Neste programa é sorteado todo mês um prêmio de R$ 1 milhão entre os cidadãos. Já no mês de dezembro, o valor pode chegar a R$ 2 milhões. Para participar, basta informar o número do seu CPF na hora da compra nos mais de 700 mil estabelecimentos credenciados.

Apenas pessoas físicas podem participar do sorteio e é necessário aderir ao regulamento do mesmo. Quem já se cadastrou na antiga Nota Fiscal Paulistana, não precisa de um novo cadastro, pois irá concorrer automaticamente ao sorteio. Cada Nota Fiscal emitida gera um bilhete da sorte, independente do valor da compra e limitando-se à 100 bilhetes por CPF.

Conclusão

O documento fiscal emitido pelos prestadores de serviços no Programa “Sua Nota Vale 1 Milhão”, a NFS-e, se trata de um documento eletrônico armazenado no sistema da Prefeitura da cidade de São Paulo.  Ele registra as operações relativas à prestação de serviços na capital paulista.

Portanto, vale lembrar que o Programa “Sua Nota Vale 1 Milhão” não pode ser confundido com o da Nota Fiscal Paulista, que é de responsabilidade do Governo Estadual. Ela registra operações relativas à circulação de mercadorias: supermercados, lojas, restaurantes e outros estabelecimentos registrados dentro do Estado.

Se ainda restou alguma dúvida sobre o assunto, comente logo abaixo. Até logo!

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto(s), média: 5,00)
Loading...