Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

É possível realizar transações financeiras pelas redes sociais?

Por Janaína TavaresPublicado em

Você sabia que diversas instituições financeiras já passam a oferecer algumas opções de serviços pelas suas redes sociais? Veja, neste artigo, quais os tipos de transações financeiras que você pode realizar pelo Facebook (Messenger) ou WhatsApp do seu banco.

Mas antes, vale a pena ressaltar que tudo isso só é possível com o avanço da tecnologia e também porque os bancos entendem que os clientes estão cada vez mais conectados.

Em nossa lista, fizemos uma seleção com as cinco instituições mais tradicionais do país. Veja o que cada uma delas está oferecendo para você.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Banco do Brasil

  • WhatsApp: só por aqui, os clientes têm acesso a 16 serviços de consulta e transações financeiras, como desbloqueio e consultas de cartões, transferência entre contas BB e saque sem cartão, saldos e extratos de conta corrente, poupança, recarga de celular e muito mais; 
  • Facebook/Messenger: o Banco do Brasil também disponibiliza diversas operações de consulta de cartões, além de seu assistente virtual que serve para tirar dúvidas gerais.

Caixa Econômica Federal

  • WhatsApp: já pela Caixa, o usuário pode receber informações sobre empréstimos e financiamentos, contas, aplicações financeiras, poupança, cartões e emissão da 2ª via de boleto do Financiamento Estudantil (Fies);
  • Facebook/Messenger: você pode ter um atendimento para tirar suas dúvidas. Contudo, não consegue fazer transações financeiras por este canal ainda. A Caixa tem um projeto futuro, em que permitirá a solicitação de contas bancárias por Pessoas Físicas.

Bradesco

  • WhatsApp: enquanto isso, nesta rede social do Bradesco você pode consultar saldos, extratos, limites, índices financeiros a partir da Bradesco Inteligência Artificial (BIA), dentre outros. Um destaque aqui fica por conta da conversação monitorada continuada que você consegue ter com o seu gerente do banco.
  • Facebook/Messenger: futuramente, os clientes do Bradesco terão liberdade para fazer pagamentos, transferência entre contas, DOC e TED, dentre outros serviços.

Itaú Unibanco

  • WhatsApp: com o Teclado Itaú, funcionalidade disponível para smartphones com sistemas Android e iPhone, o usuário tem a liberdade de realizar algumas transações financeiras, sem a necessidade da pessoa sair da rede social que estiver usando no momento;
  • Facebook/Messenger: o mesmo teclado também pode ser utilizado aqui.

Santander

  • Sem WhatsApp: o Santander não possui WhatsApp;
  • Facebook/Messenger: além desta rede social, a instituição financeira conta com LinkedIn, Twitter, Instagram e YouTube. Em todas, o banco faz um trabalho de relacionamento com clientes. A intenção é a de aperfeiçoar processos para adequar a oferta de produtos e serviços.

Sugestões de conteúdos

Preparamos outros artigos para você. Aproveite!

Descomplicamos?

Você já utilizou alguns dos serviços financeiros oferecidos pelos bancos através das redes sociais? Conte pra gente como foi sua experiência e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Digio estreia no Apple Pay: veja como ativar

Aplicativos colaborativos: conheça 4 Apps que podem facilitar a sua vida

Oportunidade: 24 empresas abrem vagas de emprego, estágio e trainee

Oportunidade: estão abertas cerca de 3 mil vagas de emprego e estágio

Nubank finalmente chega ao Apple Pay: veja como cadastrar e utilizar

Tem mais de um cartão de crédito? Saiba como controlar as suas finanças

Como ser um motorista de aplicativo 5 estrelas?

E-commerce: 6 erros mais comuns ao vender pelas redes sociais