Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Empreendedorismo: por que separar o dinheiro pessoal do da empresa?

Por Sabrina VansellaPublicado em

Um erro comum entre aqueles que possuem um novo negócio é começar a misturar o dinheiro pessoal com o dinheiro da empresa. Mesmo que não aconteça com frequência, é preciso ter cuidado, pois esse ato pode gerar consequências.

Continue a leitura e entenda qual a importância de separar as finanças pessoais das profissionais.

Por que separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa?

Ao misturar as finanças pessoais e as finanças empresariais, as chances de falência do seu negócio podem aumentar. Afinal, se não há organização financeira em seu estabelecimento, as chances de você passar a enxergar todo o faturamento do seu negócio como seu próprio salário são muito maiores.

Com isso, é possível que suas contas pessoais aumentem e você não consiga controlar quanto irá gastar. Afinal, o faturamento do seu negócio pode variar, sendo mais alto em um mês e mais baixo em outro. 

Como separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa?

Existem alguma dicas que podem ajudar você a separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa. Para que você saiba por onde começar, reunimos três conselhos que podem ser úteis:

Separe as contas

Para ter mais controle sobre qual o dinheiro pessoal e qual o dinheiro da sua empresa, faça uma conta para Pessoa Física e uma conta para Pessoa Jurídica na instituição financeira de sua preferência. 

Essa é uma das melhores formas de separar o dinheiro e controlar as finanças.

Defina qual será o seu salário

Definir um salário para você, assim como o dos seus funcionários é essencial. Mesmo que você seja o dono do negócio, é preciso estabelecer qual será o valor que você receberá mensalmente. Essa prática é mais conhecida como: pró-labore.

Confira se existe lucro na empresa

Antes de utilizar o dinheiro que está no caixa da empresa para pagar suas contas pessoais, é preciso que você entenda a diferença entre faturamento e lucro. O faturamento diz respeito a todo o dinheiro que entra no caixa, mas sem nenhum desconto. Já o lucro é o valor que sobra após após a quitação de todas as contas do negócio, isso inclui os salários do proprietário e funcionários.

Informamos?

Agora que você entendeu a importância de separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa, veja como ter um negócio bem estruturado e consolidado. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, faça um comentário. Até mais!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 6 vantagens em ser um microempreendedor individual

Dicas de como cobrar o seu cliente sem desgastar a relação

Qual a importância do Social Media dentro do seu negócio

Twitter lança cursos para auxiliar empresas a mensurar campanhas na plataforma

TikTok como ferramenta de negócios: guia completo

Empreendedorismo: por que separar o dinheiro pessoal do da empresa?

Como vender no iFood, Uber Eats e Rappi?

Black Friday 2021: 7 dicas de como preparar seu e-commerce