Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Empresas de beleza: como enfrentar a crise da Covid-19?

Por Camila SilveiraPublicado em

Clientes que tinham o costume de ir aos salões de belezas e clínicas de estéticas para realizar procedimentos, ficaram proibidos de frequentar tais lugares, pois foram fechados devido à pandemia da Covid-19. Em alguns estados, esses estabelecimentos foram reabertos, no entanto, sofreram muitos impactos por pertencerem ao setor mais atingido da crise.

Para ajudar você, proprietário de uma empresa de beleza, enfrentar esse momento tão difícil, nós separamos algumas dicas que podem ser ideais. Ficou interessado? Continue com a gente e aproveite o conteúdo!

Empresas de beleza: como enfrentar a crise da Covid-19?

1. Organize informações sobre seus clientes

Aproveite o tempo que você tem disponível para atualizar os dados dos seus clientes e conhecer melhor o perfil de quem procura o seu tipo de serviço. Use as redes sociais a seu favor para fazer perguntas, pesquisas e saiba mais sobre o que a sua clientela gosta, quais produtos e marcas prefere e assim por diante.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

A partir do momento em que você filtra a sua cartela de clientes, torna-se possível atender todas as demandas, conquistar novos adeptos e, como resultado, garantir mais lucro no final do mês. Não se esqueça: a segmentação de clientes é essencial para guiar uma empresa a alcançar objetivos específicos.

2. Mantenha o relacionamento com seus clientes

O isolamento social gerado pela Covid-19 trouxe novas formas de convívio social, portanto, devemos nos adaptar à elas, concorda? Com a disponibilidade de tempo que tem em casa, ligue para os seus clientes, mantenha um contato aquecido e prove para eles que são importantes para você.

Dessa forma, você consegue entender quais são suas dores e necessidades e, como resultado, torna-se capaz de oferecer melhores serviços. Pense bem, uma empresa de beleza pode expandir seus horizontes, por exemplo: usar as suas redes sociais para publicar temas sobre bem-estar, saúde e auto estima pode ser ideal neste momento.

3. Venda seus produtos e serviços de maneira online

Já imaginou desenvolver uma promoção de "vendas antecipadas" para seus clientes comprarem e utilizarem o serviço após a retomada dos negócios? Funciona dessa maneira: uma pessoa compra um voucher antecipado e o seu uso é feito quando seu estabelecimento for reaberto. Sem muito segredo, não é mesmo?

Outra forma de obter lucro durante a crise da Covid-19 é vendendo seus produtos para as pessoas que têm interesse. Você já deve saber que, durante a quarentena, muitas meninas estão cuidando mais da pele, cabelo e unhas, não é mesmo? Aproveite essa oportunidade e monte uma cesta personalizada para obter uma renda extra!

4. Reavalie as despesas fixas

Com as atividades paralisadas e redução dos lucros mensais, reavalie as suas despesas fixas e vejam quais delas podem ser reduzidas ou cortadas do seu orçamento. Gastos com telefone, assinaturas de TV, manutenção de equipamentos do salão ou clínica estética, entre outros exemplos podem ser repensados durante a crise da Covid-19. 

5. Organize seu estoque e revise compras

Por que não aproveitar o tempo para organizar todo o seu estoque de produtos? Agora que você já sabe tudo o que os seus clientes gostam e preferem, reveja o seu planejamento de compras e economize com tudo aquilo que for necessário. Entenda, diversos fornecedores estão oferecendo melhores condições neste momento.

6. Renegocie o aluguel

A suspensão das atividades provoca falta de dinheiro para deixar o aluguel em dia, não é mesmo? Mas como resolver isso? Realize uma negociação e prove para o credor que, da mesma forma que ele quer receber, você deseja pagar e continuar seguindo o seu sonho de ter o seu próprio negócio!

Caso a sua empresa esteja localizada em shoppings ou centros comerciais, procure pela Associação Brasileira de Salões de Beleza e verifique todos os procedimentos para renegociar o seu aluguel. Se não houver sucesso, existem as opções de empréstimo ou abrir mão do ponto comercial, porém é necessário avaliar com cuidado para não sair no prejuízo.

7. Precisa de empréstimo? Veja o que fazer

Os bancos públicos estão oferecendo linhas de crédito pessoal com taxa de juros menores que as praticadas no mercado. Além disso, as instituições financeiras privadas também disponibilizam linhas especiais para a crise da Covid-19 que pode ser ideal para você. Não se esqueça: antes de contratar um empréstimo, compare os juros e escolha a melhor opção!

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com as nossas dicas. Qualquer dúvida sobre o conteúdo, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Liberado novo saque da 4ª parcela do Auxílio Emergencial: veja como sacar

SP Acolhe: saiba tudo sobre o auxílio de R$ 300 e veja como se inscrever

Governo de SP inicia pagamentos do ‘Vale Gás’ e ‘SP Acolhe’. Veja como sacar

Prorrogação do Auxílio Emergencial 2021: o que mudará?

Pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial é antecipado: veja as datas

Confirmado: governo anuncia prorrogação do Auxílio Emergencial até outubro de 2021

Terapia popular: opções gratuitas que promovem saúde mental e financeira

Governo de SP pagará auxílio de R$ 300 a parentes de vítimas do Covid-19