Foregon.comConteúdos

Empresas que o governo federal pretende privatizar em 2020

Por Janaína TavaresPublicado em
Compartilhe

Na época em que era candidato à presidência da república, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tinha como proposta privatizar cerca de 100 empresas estatais. Contudo, você sabe o que isso quer dizer e quais sãos as possíveis instituições que serão privatizadas ainda em 2020 pelo governo federal? Veja mais no artigo.

O que significa privatizar?

Antes de mais nada, você precisa se familiarizar com este termo que, basicamente, se refere a uma desestatização. Em outras palavras, é um processo realizado pelo Estado para vender empresas ao setor privado. 

Desta maneira, o processo pode ser feito por meio de leilões ou até mesmo pela venda de ações, até o Estado não ter mais nenhum controle acionário sobre a empresa que foi vendida.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Outros tipos de desestatização

Além da privatização, existem outras modalidades de desestatização que você pode conhecer mais a respeito:

  • Concessão: ocorre em situações que o governo federal tem o poder de ceder a uma empresa a possibilidade de explorar determinada atividade por um prazo pré-estabelecido;
  • Parceria público-privada: por outro lado, nessa desestatização existe uma cooperação entre o Estado e a iniciativa privada. Sendo assim, o governo fica responsável por entrar com uma parte dos recursos, enquanto o setor privado aplica o restante do investimento e pode explorar a empresa por um determinado período.

Como funciona esse processo?

A privatização de empresas estatais começa por meio de uma análise feita pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Através dele são realizados estudos a respeito da situação das empresas e os possíveis modelos de desestatização a serem aplicados.

Além disso, quem tem o poder de autorizar ou não um processo de desestatização é o conselho do PPI, formado pelos seguintes integrantes:

  • Presidente da República;
  • Sete ministros;
  • Presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.

Vale lembrar que em 19 de novembro de 2019, um processo simplificado foi aprovado pelo PPI com a finalidade de reduzir o tempo dos processos de desestatização para um semestre.

A nova regra vale para empresas com valor inferior a R$ 300 milhões e, dependendo da instituição, a venda precisará ser autorizada também pelo Congresso Nacional.

Empresas que podem ser privatizas em 2020

Em outubro do ano passado, a secretária especial do PPI, Martha Seillier, informou em entrevista ao site G1 as possíveis empresas que podem ser privatizadas em 2020:

  • Casa da Moeda;
  • Emgea;
  • ABGF;
  • Ceagesp;
  • CeasaMinas.

Empresas encaminhadas ao PPI para dar início ao processo de privatização

  • Correios;
  • Telebras;
  • Dataprev;
  • Serpro;
  • Codesp;
  • Ceitec.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você a compreender melhor este assunto. Qualquer coisa, pergunte aqui pra gente e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Janaína Tavares

Jornalista e produtora de conteúdo, é Redatora na Foregon. Apaixonada por cinema e pelo mundo asiático, seu foco está em entregar textos úteis e inspiradores.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    Carta de Negativação da Boa Vista: o que é?

  • Dicas financeiras

    Plataforma de Cobrança da Boa Vista: conheça essa solução empresarial

  • Dicas financeiras

    Score de crédito PF da Boa Vista: como consultar?

  • Dicas financeiras

    O que são os órgãos de proteção ao crédito?

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras