Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Empréstimo Caixa: veja como pedir crédito usando apenas o FGTS

Por Nara LimaPublicado em

A Caixa Econômica Federal disponibilizou uma nova modalidade de empréstimo que pode ser bem atrativa para aqueles que possuem saldo no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

De acordo com informações disponibilizadas pela instituição, o trabalhador poderá antecipar o equivalente a até três anos do saque-aniversário e utilizar o FGTS como garantia. Vale frisar que o valor mínimo para o empréstimo é de R$ 2 mil.

Após o contrato ser aprovado, a Caixa bloqueia o saldo na conta do FGTS como garantia e libera, no dia seguinte, o valor da antecipação em sua conta.

Como solicitar

Com taxas de juros em cerca de 0,99% a.m. entre os empréstimos, é possível solicitar a quantia em dinheiro das seguintes formas:

É importante lembrar que para fazer a solicitação é preciso ter uma assinatura eletrônica. Caso você não possua essa versão digitalizada, a Caixa disponibilizou um vídeo ensinando passo a passo de como realizar o processo: clique aqui e confira.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Claro que, para requisitar dinheiro, existem algumas regras a serem seguidas. A Caixa informou que é preciso ser maior de 18 anos ou emancipado, possuir uma conta poupança ou corrente na instituição e estar com o CPF regularizado.

O que é FGTS

Criado pelo Governo Federal, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é, resumidamente, uma reserva para o trabalhador com carteira assinada dentro das regras da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.

Ele funciona assim: mensalmente, o empregador realiza um depósito com cerca de 8% do salário do funcionário, e esse valor se acumula durante o tempo de serviço prestado. Contudo, o contratado só pode sacar esse dinheiro em situações específicas, como em caso de doença ou demissão.

Vale lembrar que para aqueles que pedem demissão, esse direito é negado e o dinheiro fica retido na conta.

Ficou com dúvidas?

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para sua vida financeira. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário aqui embaixo.

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Transferência de financiamento de carro: saiba como fazer

Tipos de empréstimos: veja qual é a melhor opção para você

Financiamento imobiliário: guia completo para a casa própria

5 cuidados com empréstimo para seu nome não ficar sujo

Empréstimo consignado Bradesco. Entenda

A empresa meutudo é confiável? Veja como ela funciona

Empréstimo para MEI negativado: entenda

Foi aprovada a suspensão do empréstimo consignado? Entenda