Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Empréstimos consignados: fraudes contra aposentados e pensionistas aumentam

Por Camila SilveiraPublicado em

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Rolim, garantiu destinar o telefone 135 para denúncias sobre fraudes nas concessões de empréstimo consignado.

Como a margem consignável aumentou para 40%, cresceu o número de aposentados e pensionistas vítimas de golpes pelo telefone, como créditos e descontos em conta sem solicitação.

Tal decisão foi tomada durante a audiência pública da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados. De acordo com o INSS, existem 36 milhões de operações ativas de crédito consignado de aposentados e pensionistas, o que equivale a aproximadamente R$ 185 bilhões em empréstimos.

A audiência contou com a participação de representantes do governo, de bancos, correspondentes bancários e consumidores para a adoção de medidas que vão evitar problemas na contratação desses empréstimos.

Apesar disso, as duas instituições com maior número de reclamações, C6 Bank e Banco PAN, recusaram o convite para participar da audiência.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Essa ausência não agradou o presidente da comissão, deputado Celso Russomanno (Republicanos-SP). Ele afirmou que a comissão deve pedir a punição dessas instituições em requerimento ao Ministério Público, à Polícia Federal e ao Banco Central.

Segundo o BC, a maioria dos empréstimos indevidos são motivados por correspondentes bancários que recebem comissão. Numa finalidade de evitar assédio aos clientes, melhorar o atendimento e oferecer maior transparência, os bancos criaram algumas regras.

No entanto, o deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) identificou que as normas não são suficientes, sendo necessário regular o mercado.

"Eu deixo como sugestão criar um Código dos Consignados, para regulamentar esta questão que é tão importante, para proteger o consumidor, fazer as questões financeiras que ainda precisam ser debatidas", disse Neto.

Você vai gostar de saber

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Itaú e LOUD lançam cartão de crédito em parceria

Auxílio Brasil: confira novas regras do empréstimo consignado para beneficiários

Saque-aniversário do FGTS de outubro já está liberado

Inter oferece 12% de cashback nas compras feitas na Amazon

Banco do Brasil lança financiamento de iPhone em até 60X

Caixa reduz parcelas de financiamento durante licença maternidade

FGTS poderá ser utilizado para compra de casa popular em 2023

Foregon marca presença no StartupON compondo time de empreendedores da região Oeste do Estado de São Paulo