Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Entenda o que significa Federal Reserve Bank (FED)

Por Camila SilveiraPublicado em

O Federal Reserve Bank (FED) ou Sistema de Reserva Federal é o órgão governamental norte-americano responsável pela regulamentação da economia local. Ele foi criado pelo Congresso Nacional no dia 23 de dezembro de 1913, com o propósito de fornecer ao país um sistema monetário e financeiro mais seguro e estável.

Assim como o Banco Central brasileiro, o FED é responsável por funções, como estabelecer a política cambial dos Estados Unidos, equilibrar o sistema financeiro, oferecer proteção ao consumidor, fiscalizar as instituições financeiras, entre outros exemplos. Hoje, o órgão conta com o presidente chamado Jerome Powell, cujo mandato está previsto para acabar em 2022.

Principais funções do FED

  • Conduzir a política monetária dos Estados Unidos;
  • Manter a estabilidade do sistema financeiro norte-americano;
  • Realizar a gestão do sistema de pagamentos;
  • Fiscalizar e regular as instituições financeiras locais;
  • Promover o desenvolvimento sustentável da economia.

Estrutura do FED

A escolha da estrutura e membros que fazem parte do FED é de responsabilidade do presidente dos Estados Unidos. No entanto, antes, essas nomeações precisam ser confirmadas e aprovadas pelo Senado. Confira detalhadamente a estrutura do órgão norte-americano:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Um Conselho de Governadores, comandado pelo presidente nacional do órgão;
  • 12 presidentes dos FEDs regionais;
  • Representantes das instituições financeiras privada dos Estados Unidos;
  • Comitê Federal de Marketing Aberto, que supervisiona as operações de mercado aberto no país.

Qual é a importância do FED?

Se formos considerar os Estados Unidos como a principal economia do mundo, o FED é responsável por exercer influência na economia global. Responsável por controlar a quantidade de moeda em circulação, o crédito e a taxa de juros, o órgão busca o equilíbrio entre a oferta e a demanda de moeda.

Como o FED interfere na economia?

O FED influencia na economia mundial por meio de duas ações: a compra e venda de títulos públicos e a definição das taxas de juros. Entenda os detalhes desses dois procedimentos e esclareça suas dúvidas.

Definição de juros

Enquanto a taxa de juros alta desestimula o consumo, a baixa dá acesso ao crédito facilitado e permite que mais pessoas realizem compras a prazo.

No momento em que ela está alta, há mais dinheiro circulando na economia. Isso porque os títulos de investimento que possuem rendimentos com base neste índice passam a ser mais valorizados no mercado. 

Quando isso acontece, a aplicação torna-se mais atrativa e mais pessoas passam a investir nesse ativo. Portanto, esses indivíduos tendem a retirar dinheiro líquido ou em espécie e começam aplicar em títulos.

No contexto de baixa na taxa de juros, a tendência é que a economia cresça em um curto prazo, até porque as pessoas passam a comprar mais. Com mais demanda, a produção aumenta e, como resultado, a economia cresce. Porém, esse processo precisa ser controlado com muita cautela, para evitar o aumento da inflação.

Compra e venda de títulos

Quando o FED realiza a compra e venda de títulos, ele controla a quantidade de moeda que circula na economia. 

Por exemplo, se o FED resolve comprar títulos, ele inclui esses ativos no seu balanço patrimonial, retira eles do mercado e insere dinheiro líquido no lugar: isso acontece porque a o órgão paga o valor em questão para comprar os ativos. Portanto, esse dinheiro será usado para os investimentos e, como resultado, aquecerá a economia.

No entanto, quando o FED resolve vender os títulos, ele retira dinheiro da economia e inclui mais títulos no mercado.

Descomplicamos?

Ajudamos você entender mais sobre o Federal Reserve Bank? Esperamos que sim. Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Reconhecimento facial: o que é e como funciona

Anywhere office: conheça o novo modelo de trabalho flexível

Pix: da facilidade nas transações ao crescimento nos golpes e mudança nas regras

Hotmart realmente dá dinheiro? Descubra agora mesmo

Iti Itaú: como ganhar dinheiro com a carteira digital

5 práticas de gestão financeira para empresas de sucesso

Saiba como remover os dados do cartão de crédito no Google Chrome

5 livros que mudarão sua vida financeira