Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

ETF de criptomoedas: saiba como funciona e quais as opções na B3

Por Thais SouzaPublicado em

As criptomoedas começaram a cair no gosto dos brasileiros e, pouca gente sabe, mas existem diversas formas de investir nelas além do Bitcoin. Uma das formas de investir em criptomoedas é por meio de ETFs, também chamados de "fundos de índices". Conheça mais sobre essa opção e confira quais são os principais ETFs de criptomoedas disponíveis na Bolsa de Valores.

O que são ETFs de criptomoedas 

Os Exchange Traded Funds (ETFs) de criptomoedas são ativos de Renda Variável e funcionam como um fundo de investimentos. Eles podem ser negociados diretamente na bolsa, como uma ação comum. 

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Nos ETFs de criptomoedas, o investimento reúne recursos de diversos investidores que depois será aplicado em algum índice de referência. Os ETFs de criptomoedas acompanham indicadores de Bitcoin (BTC) ou de altcoins, e essa é a maior diferença deles para produtos de outros setores.

Quais são os principais ETFs de criptomoedas do Brasil?

Código na B3 Índice de referência  Taxa de administração Patrimônio líquido
BITH11 Nasdaq Bitcoin Reference Price 0,7% ao ano R$ 146,7 milhões
ETHE11 Nasdaq Ethereum Reference Price 0,7% ao ano     R$ 154,45 milhões
HASH11 Nasdaq Crypto Index 1,3% ao ano R$ 2,835 bilhões
QBTC11 CME CF Bitcoin Reference Rate 0,75% ao ano R$ 277,4 milhões
QETH11 CME CF Ether Reference Rate 0,75% ao ano     R$ 203,49 milhões
  • BITH11: alternativa de investimento em Bitcoin por meio de um ETF. O cotista ganha com a valorização do Bitcoin;
  • ETHE11: gerido pela Hashdex e seu foco é seguir a valorização da criptomoeda Ethereum;
  • HASH11: maior ETF de criptomoedas em negociação e o Brasil, seu objetivo é seguir o desempenho do índice Nasdaq Crypto Index;
  • QBTC11: gerido pela QR Asset, é um Fundo de gestão passiva cujo objetivo é acompanhar o desempenho do Bitcoin;
  • QETH11: permite que seus cotistas tenham acesso ao investimento em Ethereum. Visa seguir o rendimento do Ether Reference Rate.

Como investir em ETFs de criptomoedas?

  • Definir seus objetivos: todo investimento deve começar com um objetivo. Alinhe seus planos de curto e longo prazo para entender quanto tempo você pretende ficar investindo em ETFs;
  • Definir seu perfil de investidor: você tem tolerância a riscos quando o assunto é dinheiro? Os ETFs são investimentos de Renda Variável, por isso, seu perfil deve ser moderado ou arrojado; 
  • Abrir conta em uma corretora: feito isso, agora é hora de abrir sua conta em uma corretora que trabalhe com cotas de ETFs;
  • Selecionar e buscar o ETF: dentro do aplicativo ou site da sua corretora, encontre o ETF que você deseja investir por meio do seu código de negociação;
  • Configurar e confirmar: configure a quantidade de cotas, confira o valor total da ordem e confirme o investimento.

Leia também 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

LCI: entenda o que é e como funciona esse investimento

Qual é o valor da taxa CDI hoje? Saiba como acompanhar

O que são ações ordinárias?

ETF de criptomoedas: saiba como funciona e quais as opções na B3

LCA: o que é e como funciona esse tipo de investimento?

Saiba qual investimento rende mais que a poupança

Qual o melhor investimento hoje?

Consigo lucrar mesmo com a queda da bolsa de valores?