Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Férias remuneradas: como funciona e como calcular o valor

Por Thais SouzaPublicado em

Todos os anos, os trabalhadores do regime CLT têm direito a 30 dias de férias remuneradas para fazer aquela viagem dos sonhos ou descansar em casa mesmo. Porém, sabemos que os gastos podem sair do controle, e sem um planejamento você pode acabar sem dinheiro para pagar suas contas no fim do período. 

Pensando nisso, neste artigo você vai entender melhor como funcionam as férias remuneradas, como fazer o cálculo, e ainda separamos algumas dicas sobre como aproveitar melhor esse dinheiro. Vamos lá? 

O que são férias remuneradas? 

Férias remuneradas nada mais são que um mês para descanso dentro de um período de 12 meses de trabalho. As férias são garantidas pela Constituição Federal como direito dos trabalhadores.

Ou seja, depois de 12 meses de trabalho, todo trabalhador do registro CLT pode tirar 30 dias de descanso. O nome férias remuneradas foi dado porque durante esses dias, o trabalhador deve receber o seu salário integralmente.

Como funciona o cálculo das férias remuneradas?

De acordo com a Constituição Federal, no artigo 7º, inciso XVII, um dos direitos dos trabalhadores é "gozo de férias anuais remuneradas com, pelo menos, um terço a mais do que o salário normal, de forma antecipada. Ou seja, o valor que você receberá de férias será equivalente a: 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

  • Seu salário integral + 1/3 do valor do salário.

Para fazer o cálculo, divida o valor do seu salário por 3 para descobrir quanto será 1/3 do salário, então, faça a soma em seguida. Por exemplo: se você recebe R$ 1.200 por mês, receberá R$ 1.600 de férias remuneradas, já que R$ 400 é equivalente a 1/3 de R$ 1.200.

Regras das férias remuneradas

A reforma trabalhista de 2017 passou a permitir o parcelamento do tempo de férias. Portanto, o trabalhador não precisa tirar 30 dias corridos de férias, ele pode dividir esse período em três, sendo que: 

  • Um dos períodos não pode ser menor que 14 dias corridos;
  • Os outros do devem ser de pelo menos cinco dias corridos cada.

Além da possibilidade de divisão do período de férias, os trabalhadores e os empregadores devem ficar atentos às seguintes regras: 

  • As férias remuneradas não podem começar dois dias antes de feriados ou finais de semana;
  • A empresa deve ser avisada, por escrito, 30 dias antes do começo das férias;
  • O funcionário não pode trabalhar durante as férias, nem para outra empresa, apenas se isso constar no contrato regular, como é o caso de pessoas que possuem dois empregos;
  • De acordo com a lei trabalhista, o funcionário pode vender até dez dias das suas férias anuais e receber o valor em dinheiro.

Caso o trabalhador passe 12 meses seguidos trabalhando, ele será obrigado a tirar férias remuneradas em até um ano, se isso não acontecer, ele deve receber as férias em dinheiro, em valor que é o dobro ao do próprio salário.

Como administrar o dinheiro das férias remuneradas?

Como dito anteriormente, você receberá 1/3 do seu salário de forma antecipada quando for tirar suas férias. Isso quer dizer que você não poderá contar com esta quantia no próximo salário, o que pode causar problemas no seu orçamento. 

Portanto, sempre faça um planejamento antes de tirar as suas férias, coloque no papel todas as contas que terá que pagar, custos com lazer, viagens, dentre outros gastos. Assim, você estará preparado para imprevistos. 

Além disso, se você não tem uma reserva de emergência, nunca gaste todo o valor que você receber nas suas férias. Afinal, imprevistos acontecem e é sempre importante contar com uma quantia em dinheiro para esses momentos. 

Outra boa forma de usar o dinheiro das suas férias é fazendo investimentos ou quitando suas dívidas que cobram mais juros.

Independentemente da forma que você escolher utilizar o dinheiro, se usado com reponsabilidade e planejamento, com certeza você terá férias muito mais tranquilas! 

Gostou das dicas?

Esperamos que o artigo tenha te auxiliado a sanar todas as suas dúvidas. Aproveite e confira algumas dicas sobre como planejar as suas férias: 

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 5 aplicativos que enviam dinheiro para o exterior

Quais mudanças o Open Banking traz para a nossa vida financeira?

BRL: entenda o que essa sigla significa na sua fatura do cartão

Corte 17 despesas mensais que podem se transformar em renda extra

Aplicativos para aumentar score de crédito: verdade ou mito?

Tag Itaú de passe livre em pedágios e estacionamentos: conheça e veja como solicitar

Pagar passagem de ônibus com cartão de débito ou crédito: veja como

Prêmio de 1,5 milhão do BBB: saiba quanto rende na poupança e em outros investimentos