Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Fim da taxa de embarque internacional ficou para 2021

Por Camila SilveiraPublicado em

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciou em 2019 que retiraria a taxa de US$ 18 cobrada a todos os passageiros que viajam para fora do país. De acordo com ele, essa medida foi adotada para incentivar o setor de aviação civil e a entrada de novas empresas no mercado. No entanto, o fim da taxa de embarque internacional ficou para 2021. 

Taxa de embarque 

Trata-se de um valor obrigatório que se paga ao comprar passagens de avião e, apesar de ser conhecido por esse nome, o termo correto para o custo é "taxa aeroportuária". Isso porque o pagamento não está somente atrelado ao embarque, mas sim ao pouso, à permanência no aeroporto e, em alguns casos, às conexões. 

A taxa de embarque internacional foi criada no ano de 1999 e hoje é uma das fontes de abastecimento do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) para financiar melhorias na infraestrutura aeroportuária.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Essa cobrança é feita com uma tarifa de voos para outros países nos principais aeroportos do Brasil e equivale a U$ 18, independentemente do destino. 

Fim da taxa de embarque internacional ficou para 2021

Quando anunciou o fim da taxa, o Ministro disse que isso seria feito "em breve". Depois disso, anunciou que essa medida precisava ser inserida na Lei Orçamentária Anual. Essa regulamentação de 2020 está no Congresso com a taxa de embarque internacional, portanto, somente a partir de 2021 essa medida poderá ser implementada.

A taxa de embarque internacional vai de R$ 106,76 a R$ 122,20. Uma parcela desse valor é transferida para o Fundo de Aviação Civil e o restante fica com a empresa que administra o aeroporto. 

Com o fim da cobrança, os passageiros passarão a pagar apenas a parte devida às empresas que administram os aeroportos e isso quer dizer que a taxa de embarque cairá para a metade do preço. 

Descomplicamos?

Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós que ajudaremos você. Esperamos que tenha gostado. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Algar Telecom: conheça os diferentes planos de celular

Placa Mercosul: como é o emplacamento em outros países e quais as diferenças

Como colocar a nova placa Mercosul?

Hotmart Pocket: dúvidas frequentes

Placa Mercosul: dúvidas frequentes

Saiba o que mudou no projeto das placas do Mercosul e tire suas dúvidas

Placas Mercosul: conheça seu histórico e os preços em cada estado

Banco digital ou banco tradicional: qual o melhor?