fluxo de caixa

Ter um negócio vai bem além de acordar cedo para trabalhar todos os dias. O fluxo de caixa é um ponto bastante importante para a saúde financeira da sua empresa.

Ficar de olho somente no dinheiro que entra através de vendas ou contratos, pode prejudicar a vida financeira do seu negócio . Um aumento nas vendas pode dar uma impressão de que o dinheiro está sobrando, no entanto, é importante olhar os gastos que vêm pela frente.

Por conta da dificuldade de notar essa situação, é fundamental entender o fluxo de caixa para ter controle e organizar os seus negócios.

O que é um fluxo de caixa

O fluxo de caixa nada mais é que o movimento de entrada e saída de dinheiro do caixa da empresa. Para fazer isso é necessário disciplina para registrar detalhadamente estes gastos e lucros.

O registro de todos os detalhes é essencial para o processo ser eficiente. Diante desse levantamento fica mais fácil tomar decisões com a sua base de dados, já que através dele é possível ter uma visão mais ampla sobre o momento atual da empresa.

Para exemplificar melhor a importância do fluxo de caixa, faz de conta que você realizou uma semana de descontos e vendeu 25% a mais do que esperava. Essa ação te rendeu um faturamento de 72 mil reais.

Ao fazer o registro das receitas e despesas, você notou que apesar dos ganhos, essa promoção fez os gastos crescerem e acabou te custando 70 mil reais. Nessas horas o fluxo de caixa te permite encontrar falhas na sua estratégia a fim de manter o controle financeiro da sua empresa.

Os relatórios periódicos são fundamentais para que você atinja as suas metas. Independentemente de ser diário, semanal, quinzenal ou mensal, o fluxo deve ser feito para acompanhar as atividades financeiras da empresa.

Vantagens do fluxo de caixa

As vantagens são inúmeras. Confira:

  • Antecipar, programar e fiscalizar entradas e saídas em determinado período;
  • Saber se os recebimentos serão suficientes para cobrir despesas assumidas e previstas;
  • Fazer decisões baseadas na antecipação quanto à sobra ou falta de dinheiro;
  • Descobrir a real situação financeira da empresa;
  • Obter subsídios para o ajuste de preços;
  • Checar a viabilidade de realizar promoções e ofertas;
  • Ter certeza de que os recursos financeiros atuais serão o suficiente para tocar o negócio.

Fluxo de Caixa Projetado

Além das vantagens já citadas, existem alguns modelos que podem ajudar todo o processo. Aproveitar as informações levantadas também é uma etapa importante.

O fluxo de caixa projetado permite uma projeção a partir dos lançamentos realizados. Através dele também é possível não só saber quais são as entradas e saídas, mas também planejar ações no futuro com base nos resultados. Confira três funções importantes:

  • Fazer a projeção de recebimentos e pagamentos;
  • Realizar ajustes para evitar perdas;
  • Idealizar investimentos para a expansão do negócio.

Fluxo de caixa livre

Já o fluxo de caixa livre permite a medição da capacidade de gerar capital em curto, médio e longo prazo. Com isso você obtém indicadores sobre o saldo que existe na comparação com o chamado fluxo de caixa operacional.

Na prática, ele possibilita que o gestor trabalhe com dois relatórios. Um projeta resultado para 60 a 90 dias, já o segundo trabalho com o prazo de 2 a 5 anos. Através de gráfico é possível acompanhar como o negócio está se desempenhando.

Caso a análise dê um resultado positivo, sugerindo que há um superávit no período, é válido criar estratégias para a aplicação no capital ocioso, enquanto os diagnósticos de resultados opostos exigem planos para tirar o negócio do negativo.

Como realizar o fluxo de caixa de forma efetiva

Apesar de parecer simples, o fluxo de caixa pode ser uma tarefa complexa e por isso exige a realização de detalhes minuciosos. Dependendo da situação da sua empresa, sugerimos que você busque pela ajuda do Sebrae da sua cidade.

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 voto(s), média: 5,00)
Loading...