Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Foi demitido e tem um empréstimo consignado? Saiba o que fazer

Por Janaína TavaresPublicado em

O empréstimo consignado é uma modalidade que permite um maior prazo de pagamento. Dessa forma, tanto as taxas de juros e condições para quitar essa dívida ficam mais atraentes para o consumidor. Mas o que acontece quando você adquire esse tipo de crédito e é demitido do emprego? Vamos responder essa pergunta, logo abaixo.

O que você deve fazer se foi demitido?

Em caso de demissão, nossa dica mais importante é que você procure entrar em contato com a instituição financeira responsável pelo empréstimo consignado para tentar renegociar novas condições.

Isso vale porque, mesmo que tenha perdido o emprego, as parcelas do consignado podem ser cobradas diretamente na sua conta ou por meio de boletos bancários.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Mas, antes de fazer essa proposta de renegociação com o banco, você deve avaliar alguns pontos da sua dívida:

  • As parcelas estão em dia ou algumas estão atrasadas?;
  • Quanto tempo falta ainda para pagar tudo?;
  • Se eu fosse quitar todo o valor do crédito consignado, quanto eu pagaria?.

Com isso em mente, você já consegue trazer outros argumentos em sua conversa com o banco. É importante deixar claro também que você pretende pagar a dívida, mas que precisa ter acesso a condições mais justas para conseguir equilibrar as finanças pessoais.

Busque por soluções criativas

Além disso, você também pode pensar em outras soluções práticas para conseguir quitar a dívida e não entrar na lista de inadimplentes, por exemplo:

  • Se você não foi demitido por justa causa, pode usar o valor da sua rescisão para quitar algumas parcelas;
  • Outra opção é buscar por fontes de renda extra. Pense em algo que você possua habilidade e venda algum tipo de produto ou serviço.

Como se organizar para pagar o empréstimo consignado?

Esta situação exige um bom planejamento financeiro, assim você consegue se organizar melhor. Por isso, priorize pagar as dívidas que têm juros mais altos, já que elas são as que mais comprometem o seu orçamento.

No entanto, não deixe de levar em consideração as despesas básicas da sua casa, como água, luz, internet, aluguel, dentre outras. Você deve evitar o atraso no pagamento dessas contas porque elas também podem prejudicá-lo.

Você pode gostar de ler

Aproveite esse momento e explore outros conteúdos da Foregon:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você e lembre-se de seguir nossas dicas para conseguir quitar o empréstimo consignado, mesmo que tenha sido demitido. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Nubank lança nova modalidade de empréstimo com juros menores

PicPay oferece empréstimo sem necessidade de conta em banco e outras vantagens

Banco da Amazônia: saiba como solicitar o empréstimo pessoal

Empréstimos do Banco da Amazônia: conheça

Empréstimo para microempreendedores do Banco da Amazônia

Empréstimo Nubank: contrate na hora e pague em até 24 meses

Empréstimo banco Banestes: conheça e veja como solicitar

Caixa: como funciona o empréstimo de até R$ 100 mil para negativados?

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Empréstimo