Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Fraude financeira: veja como ela pode afetar sua vida

Por Janaína TavaresPublicado em

Você sabia que em 2020 as fraudes financeiras cresceram quase 54%? De acordo com um estudo feito pela empresa especializada em soluções antifraude, Clearsale, as tentativas de golpes no comércio eletrônico no Brasil aumentaram 53,6% em comparação com 2019.

Estudo revela alta nos casos de fraude financeira

No ano passado, a Clearsale analisou 106 bilhões de transações digitais e, dentro desse grupo, identificou 3,5 milhões de tentativas de fraudes financeiras.

Conforme a empresa especializada em soluções antifraude, o tíquete médio das tentativas de fraude foi de R$ 1.002, considerado o dobro do visto nas transações legítimas.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Uma das causas para essa situação é a pandemia, já que o e-commerce se tornou a única opção de compra das pessoas em muitos casos, segundo o estudo Mapa da Fraude 2020 da Clearsale. 

Como o número de vendas online aumentou bastante, os casos fraudes financeiras seguiram o mesmo ritmo de crescimento. Além disso, o estudo também constatou que o período do dia em que os golpes mais aconteceram em 2020 foi no intervalo entre 14h e 19h.

Importante: para esse estudo, Clearsale considerou o período entre 01 de janeiro e 31 de dezembro de 2020.

Dicas para evitar fraudes financeiras

Para te ajudar nesse tipo de situação, separamos algumas dicas de seguranças que podem ser úteis em diversos tipos de fraudes financeiras:

  • Não informe a sua senha do cartão a ninguém, mesmo que a pessoa diga que é funcionária do seu banco;
  • As instituições financeiras nunca pedem confirmação de senha;
  • Antes de abrir um e-mail, veja o endereço eletrônico de quem enviou;
  • Se o e-mail veio com provedores como gmail, hotmail ou yaho, não acredite na mensagem;
  • Verifique sempre os dados da transferência antes de pagar um boleto;
  • Não faça login na internet do celular ou do computador em redes públicas de WiFi;
  • Faça um boletim de ocorrência (B.O.) na delegacia de polícia, no caso da perda ou roubo de documentos físicos;
  • Vá até um balcão do SPC Brasil para fazer um alerta à instituição de que os documentos estão fora do seu controle.

Conteúdos que você precisa conhecer

Aproveite esse momento para explorar outros artigos da Foregon que também podem ser do seu interesse:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Em casos de dúvidas ou sugestões, envie seu comentário para que possamos responder. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Algar Telecom: conheça os diferentes planos de celular

Placa Mercosul: como é o emplacamento em outros países e quais as diferenças

Como colocar a nova placa Mercosul?

Hotmart Pocket: dúvidas frequentes

Placa Mercosul: dúvidas frequentes

Saiba o que mudou no projeto das placas do Mercosul e tire suas dúvidas

Placas Mercosul: conheça seu histórico e os preços em cada estado

Banco digital ou banco tradicional: qual o melhor?