Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Fundos de Fundos (FoF): o que são e como funcionam

Por Sabrina VansellaPublicado em

O significado do termo "FoF" vem do inglês Funds of Funds, que no português significa "Fundos de Fundos". Caso já tenha ouvido a sigla "FoF" e a dúvida do que é este tipo de investimento tenha surgido, este artigo é para você.

O que são os Fundos de Fundos, ou FoF?

Basicamente, os FoF são um tipo de fundo para quem tem como objetivo montar uma carteira de investimentos diversificada em diferentes fundos de investimentos. Ou seja, com uma única aplicação financeira, o investidor consegue ter acesso a vários fundos através do Fundos de Fundos.

Para simplificar, os FoF funcionam da mesma forma que um fundo de investimento tradicional, no qual um grupo de pessoas se une com o objetivo de aplicar recursos em uma determinada classe de ativos. A principal diferença é que, nesse caso, esse investimento é feito em outros fundos.

Como funcionam os Fundos de Fundos?

Geralmente, um gestor ou uma entidade responsável pelo fundo fica encarregado de desenhar uma estratégia para ele. As principais considerações que devem ser feitas pelo gestor são: a expectativa de rentabilidade e o potencial de risco

Após isso, são feitas negociações com outros fundos pelo próprio gestor e, assim, seu FoF vai sendo criado. O gestor fica responsável em analisar questões, como: quanto de cada fundo será alocado, quando é o momento de comprar ou vender ativos, como os potenciais de risco e de ganhos de cada fundo vão sendo equilibrados, entre outros.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Ou seja, o fundo desenhado pela entidade responsável ou gestor é um pedaço com diversos pedacinhos dentro. O que você compra, na prática, é uma cota. Ao investir o dinheiro, é possível comprar mais ou menos cotas.

Ao unir todo o dinheiro dos cotistas (patrimônio total do fundo), os valores são aplicados aos diversos fundos que compõem o FoF, a partir da estratégia realizada.

Principais opções de fundo de fundos

  • Fundos de Investimento Imobiliário;
  • Fundos Multimercado;
  • Fundos de Renda Fixa;
  • Fundos de Ações;
  • Entre vários outros tipos.

Vantagens e desvantagens dos Fundos de Fundos (FoF)

O lado bom

  • Diversificação: algumas aplicações permitem que o capital se divida em mais de 20 fundos, ou seja, a chance de ficar sem retorno é menor;
  • Maior segurança: ao ser gerenciado por uma gestão profissional, a segurança acaba sendo promovida por conter profissionais da área de análise e gestão imobiliária;
  • Menor volatilidade: mesmo que tenha diferentes ativos em um FoF, por não seguirem performances semelhantes e não possuírem correlação, a volatilidade é reduzida;
  • Praticidade: ao conter um gestor ou uma entidade responsável, fica ainda mais prático realizar seus investimentos.

O lado não tão bom

  • Gestão feita por terceiros: apesar de ser uma vantagem para muitos, também pode ser uma desvantagem quando a gestão é feita por terceiros. Afinal, os gestores podem colocar uma porcentagem maior de aplicações em Renda Variável dentro do grupo, o que aumenta o risco do investimento;
  • Mudanças no grupo gestor: em alguns casos, pode ocorrer do fundo mudar o grupo gestor, o que abala e gera incerteza do futuro do fundo;
  • Pagar taxas de administração: a principal desvantagem é que, em um FoF, as taxas de administração devem ser pagas duas vezes (uma vez para o gestor do fundo original e a segunda vez para o gestor do FoF).

Descomplicamos?

Esperamos ter descomplicado com essas informações. Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, faça um comentário. Até breve!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Descubra quais bancos oferecem CDB a 110% do CDI com liquidez de 3 meses

Fundos imobiliários: saiba como investir pelo Nubank

Tag along: saiba o que é esse mecanismo do mercado de ações

O que é CDB com liquidez diária? Descubra agora mesmo

NFT: como comprar o token não fungível?

O que é Ethereum (ETH) e como funciona?

Limite de até R$ 25 mil: conheça o CDB Cartão de Crédito do C6 Bank

Saiba quanto rende R$ 10 mil por mês no PicPay