Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Gestão de Talentos: 7 dicas de como aplicar um modelo eficiente

Por Thais SouzaPublicado em

Com transformações acontecendo dia após dia no mundo corporativo, os processos de recrutamento e inserção de novos colaboradores também passam por mudanças e melhorias. Podemos citar a Gestão de Talentos, processo que vem ganhando popularidade por sua eficiência e melhora nos resultados. 

O que é Gestão de Talentos?

A cada dia que passa as empresas entendem melhor que, para inovar, é preciso investir na formação do desempenho das suas equipes de trabalho e formar grandes profissionais, dispostos a vestir a camisa da empresa.

A Gestão de Talentos é um método que busca exatamente isso. É o conjunto de práticas desenvolvidas pelos gestores com o intuito de contratar, treinar e inserir da melhor forma os profissionais mais aptos e talentosos para a empresa.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como aplicar uma Gestão de Talentos eficiente? 

1. Mapear os talentos 

O primeiro passo para otimizar o processo seletivo é mapear onde estão os talentos ideais dos quais a sua empresa precisa para preencher a vaga.

Uma das melhores formas de encontrar novos colaboradores é através do LinkedIn, rede social que permite o recrutador encontrar informações profissionais dos usuários. 

2. Otimize o recrutamento

Investir na experiência do candidato é uma prática que se mostra extremamente importante no processo de Gestão de Talentos.

Entrevistas de emprego com perguntas prontas e formalidade em excesso só fazem com que o candidato fique nervoso e acabe não mostrando suas qualidades. 

O recrutador e toda a empresa devem deixar os candidatos familiarizados com o ambiente e principalmente informados sobre os valores da mesma, para então alinhar todas as expectativas do candidato com a vaga. 

3. Faça o processo de onboarding

O processo de onboarding está ficando cada vez mais popular nos processos seletivos. Ele tem o objetivo de adaptar e capacitar os profissionais recém contratados em uma empresa na cultura dela.

Esse processo visa diminuir o tempo de inserção do funcionário dentro do novo ambiente de trabalho. Ou seja, o famoso "quebrar o gelo". A sensação de pertencimento faz com que o vínculo entre colaborador e empresa se fortaleça. 

Dentro do processo, é importante fornecer todas as ferramentas que o colaborador vai precisar para trabalhar. Providencie tudo com antecedência.

Checklist para receber o novo funcionário:

  • Cadeira;
  • Mesa; 
  • Computador (se necessário);
  • Configure o e-mail dele; 
  • Providencie guias para os softwares que ele eventualmente terá que usar.

Além de bens materiais, uma recepção calorosa inspira qualquer um, não é mesmo? Por isso, informe a todos os funcionários sobre a chegada do novo talento.

Prepare uma apresentação sobre a área que ele vai atuar e agende reuniões com líderes para que o colaborador fique por dentro de tudo que acontece na empresa.

Para garantir que o novo talento não fique perdido no primeiro dia, o acompanhamento de um supervisor pode ser uma grande vantagem. 

4. Desenvolva a transparência

Seja transparente quanto aos seus valores e políticas profissionais, afinal, o colaborador vai fazer parte diariamente das atividades que envolvem a empresa e deve estar alinhado a esses padrões. 

5. Estimule a proximidade e trabalho em equipe 

Não é à toa que cada vez mais empresas implementam o modelo "sem paredes" de trabalho. O sucesso se dá na melhor comunicação dos funcionários e no estímulo ao trabalho em equipe.

Com o desenvolvimento de boas relações, se torna bem mais fácil promover uma gestão mais eficiente dos talentos.

6. Invista em capacitação 

Por mais qualificados que seus colaboradores podem ser, novos conhecimentos e aprendizados nunca é suficiente.

Investir em capacitação, além de trazer melhores resultados para sua empresa, mostra a sua preocupação com o desenvolvimento dos seus colaboradores.

Por isso, incentive a participação em cursos, palestras ou workshops relacionados com a área de atuação dos seus colaboradores na empresa.

7. Proporcione uma jornada de trabalho flexível

Seja no sentido de liberdade criativa ou de horários de trabalho, oferecer mais liberdade para o colaborador é essencial para melhorar os resultados da empresa. 

Sabemos que imprevistos acontecem para todos e pode ser extremamente desconfortante para alguém explicar o motivo que o deixou doente ou indisposto para trabalhar algum dia. O horário flexível tem sido adotado por muitas empresas e permite que o colaborador consiga ser mais produtivo ao trabalhar no seu ritmo. 

Isso não quer dizer que a quantidade de horas exigidas não será cumprida mas, diz respeito a liberdade do funcionário de escolher o local e momento em que vai realizar suas atividades.

Vantagens da jornada de trabalho flexível: 

  • Possibilidade de adaptar seus horários de trabalho alinhada com a vida pessoal;
  • Maior motivação para a realização das tarefas;
  • Melhora no desempenho; 
  • Mais respeito aos prazos; 
  • Diminuição nos problemas com deslocamento e horários de pico; 
  • Mais confiança entre líder e colaborador. 

A importância de uma Gestão de Talentos

Os colaboradores são e sempre vão ser um dos pilares mais importantes dentro de uma empresa. Eles estruturam, desenvolvem, entregam e representam a empresa no mercado. Por isso é tão fundamental criar um modelo de gestão que os valorize e que os faça crescer cada vez mais. 

Essas ações mostram que você é um líder preocupado com o desenvolvimento pessoal e profissional de cada funcionário, fortalecendo laços e incentivando o desempenho dentro da empresa. 

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que a gente descomplica para você.

Até a próxima! 😉 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida de pessoas que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Saiba como se tornar um MEI e ter CNPJ para emitir notas

Como fazer o planejamento de um empréstimo: guia completo

Confira as 5 principais dúvidas sobre MEI

Seguro-desemprego: como é feito o pagamento do benefício?

Poupança 2021: guia completo

Taxa CDI mensal: acompanha suas variações

Saiba como fazer o saque-aniversário do FGTS pelo aplicativo da Caixa

Saiba como abrir MEI de forma gratuita

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras