Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Governo estuda liberação de empréstimo consignado com desconto no Bolsa Família

Por Camila SilveiraPublicado em

O Ministério da Economia está estudando a possibilidade de oferecer empréstimo consignado no Bolsa Família.

Isso significa, portanto, que quem é beneficiário do programa poderá contar com uma opção de crédito sem consulta no SPC ou Serasa, já que as parcelas serão descontadas do próprio benefício.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o empréstimo consignado no Bolsa Família será chamado de Renda Cidadã, nome que seria usado no programa assistencial que iria substituir o Bolsa.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Empréstimo consignado no Bolsa Família

O Ministério da Economia teve a ideia de criar uma linha de crédito para os beneficiários do Bolsa Família, justamente para oferecer um maior poder aquisitivo às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social. A grande vantagem é que não haverá um alto risco de inadimplência, visto que os valores serão retidos na fonte.

Apesar disso, os especialistas em economia temem que o empréstimo consignado no Bolsa Família faça com que pessoas de baixa renda se endividem. Por outro lado, o Governo Federal afirmou que também oferecerá cursos de planejamento financeiro.

O governo também pretende permitir que qualquer instituição bancária ofereça o empréstimo consignado aos beneficiários. Como a Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do Bolsa Família e Auxílio Emergencial, ela será a primeira instituição a ter essa oportunidade.

Bolsa Família de R$ 300

Em 2020, o atual presidente da república, Jair Bolsonaro, tentou substituir o Bolsa Família por outro programa assistencial.

No entanto, após muitas discussões entre parlamentares e equipe econômica, o presidente resolveu acabar com a substituição e manter o pagamento do programa normalmente. Além disso, foi anunciada uma ampliação no valor e no número de beneficiários.

O novo Bolsa Família deve entrar em funcionamento após o fim do pagamento do Auxílio Emergencial 2021 e terá o valor de R$ 300. 

Benefícios do Bolsa Família

  • Benefício para crianças e adolescentes de 0 a 15 anos: R$ 41;
  • Benefício para gestantes (duração de nove meses): R$ 41;
  • Benefício para nutrizes (crianças entre 0 a 6 anos): R$ 41;
  • Benefício variável jovem (adolescentes entre 16 e 17 anos – cada família pode acumular até dois): R$ 48;
  • Benefício de superação da pobreza: valor variável.

Benefícios do novo Bolsa Família

  • Auxílio-creche: R$ 52 (pagos às famílias que tenham crianças de 0 a 3 anos de idade);
  • Voucher creche: R$ 250 (pagos às famílias que tenham crianças de 0 a 3 anos de idade);
  • Ajuda financeira de R$ 52 para as famílias carentes com crianças de até cinco anos;
  • Bônus anual para o melhor aluno: R$ 200;
  • Bolsa mensal de R$ 100 para o estudante destaque na área científica, tecnológica ou esportiva;
  • Prêmio anual de R$ 1 mil para alunos destaques em ciência e tecnologia ou em atividades esportivas;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes.

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse artigo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tribunal de Justiça de São Paulo abre concurso para 845 vagas de nível médio

Lojas Renner terá conta digital para fidelizar clientes

Oportunidade de emprego: confira mais de 3 mil vagas abertas

Banco Inter disponibiliza cashback para MEI e PJ no cartão de crédito

PicPay compra 100% do Guiabolso com foco no open banking

Procon-SP: bancos deverão provar segurança dos aplicativos

Netflix altera preço da assinatura: confira os novos valores

Junção de Open Banking com Pix: tudo o que você precisa saber