Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Governo inclui mais de 30 categorias autorizadas a trabalhar aos domingos e feriados

Por Thais SouzaPublicado em

Uma portaria assinada no dia 18 de fevereiro pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco Leal, ampliará o número de categorias de trabalho autorizadas a funcionar aos domingos e feriados. 

Com a decisão, sobre para 122 o número de categorias autorizadas. A nova listagem começou a valer a partir do dia 1 de março de 2021.

Mais de 30 novas categorias autorizadas

Dentre as atividades incluídas na listagem, o que mais chamou a atenção foram as lotéricas, serviços de call center, construção civil e mercado de capitais. Confira todos os itens da lista:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Indústria da cerâmica em geral, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria do chá, incluídos os serviços de escritório;
  • Indústria têxtil em geral, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria do tabaco, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria do papel e papelão, no setor de purificação, incluídas as operações químicas propriamente ditas e as de supervisão e manutenção;
  • Indústria química;
  • Indústria da borracha, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria de fabricação de chapas de fibra e madeira, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria de gases industriais e medicinais, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria de extração de carvão, excluídos os serviços de escritório;
  • Indústria de alimentos e de bebidas;
  • Atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização;
  • Indústria de peças e acessórios para sistemas motores de veículos;
  • Revendedores de tratores, caminhões, automóveis e veículos similares;
  • Comércio varejista em geral;
  • Transporte público coletivo urbano e de caráter urbano de passageiros e suas atividades de apoio à operação;
  • Controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;
  • Telecomunicações e internet;
  • Agroindústria;
  • Prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doença dos animais.
  • Atividades de lavra, beneficiamento, produção, comercialização, escoamento e suprimento de bens minerais;
  • Assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade;
  • Academias de esporte de todas as modalidades;
  • Produção e distribuição de numerário à população e manutenção da infraestrutura tecnológica do Sistema Financeiro Nacional e do Sistema de Pagamentos Brasileiro;
  • Guarda, uso e controle de substâncias, materiais e equipamentos com elementos tóxicos, inflamáveis, radioativos ou de alto risco, definidos pelo ordenamento jurídico brasileiro, em atendimento aos requisitos de segurança sanitária, metrologia, controle ambiental e prevenção contra incêndios;
  • Serviço de call center;
  • Data center;
  • Levantamento e análise de dados geológicos com vistas à garantia da segurança coletiva, notadamente por meio de alerta de riscos naturais e de cheias e inundações;
  • Mercado de capitais e seguros;
  • Unidades lotéricas;
  • Serviços de comercialização, reparo e manutenção de partes e peças novas e usadas e de pneumáticos novos e remoldados;
  • Atividades de construção civil.

Como ficarão as folgas?

Os estabelecimentos que adotarem o modelo de trabalho aos domingos e feriados terão que oferecer um folga em outro dia da semana para cada funcionário, conforme a Constituição e a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Além disso, deve ser estabelecida uma escala de revezamento, mensalmente organizada e constando de quadro sujeito à fiscalização.

Quanto à remuneração, os funcionários devem receber o mesmo valor pago em dias normais pelos domingos e feriados trabalhados. Contudo, caso o trabalho prestado no domingo ou feriado não seja compensado com a folga durante a semana, deve ser pago em dobro. 

Gostou do artigo?

Ainda tem dúvidas sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo que entraremos em contato com você. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tribunal de Justiça de São Paulo abre concurso para 845 vagas de nível médio

Lojas Renner terá conta digital para fidelizar clientes

Oportunidade de emprego: confira mais de 3 mil vagas abertas

Banco Inter disponibiliza cashback para MEI e PJ no cartão de crédito

PicPay compra 100% do Guiabolso com foco no open banking

Procon-SP: bancos deverão provar segurança dos aplicativos

Netflix altera preço da assinatura: confira os novos valores

Junção de Open Banking com Pix: tudo o que você precisa saber