Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Governo prorroga Auxílio Emergencial por mais 2 meses

Por Thais SouzaPublicado em

Na última quinta feira, 30 de junho, o ministro da economia, Paulo Guedes, anunciou a prorrogação do Auxílio Emergencial para os trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família. Quer saber como vai funcionar? Então continue com a gente.

Prorrogação do Auxílio Emergencial

Em cerimônia no Palácio do Planalto, Paulo Guedes confirmou a decisão de prorrogar o benefício de R$ 600 para mais duas parcelas. O presidente Jair Bolsonaro, por sua vez, chegou a dizer que vetaria o auxílio, mas para evitar atritos com o Congresso, acabou aceitando.

Porém, é importante ressaltar que quem tem direito ao auxílio e ainda não pediu o benefício precisa fazer a solicitação até esta quinta-feira (2), quando termina o prazo. A partir do dia 03 de julho não serão aceitos novos cadastro, mas a plataforma Caixa Tem ainda continuará disponível para dúvidas, consultas e informações.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como vai funcionar o pagamento?

Ainda segundo o ministro da economia, as novas rodadas de pagamento acontecerão entre julho e agosto e terão quantias diferentes. A proposta é que o valor de R$ 600 seja pago em duas parcelas. Ou seja, serão pagas quatro parcelas em dois meses, totalizado R$ 1,200.

  • Julho: R$ 500 no início do mês e R$ 100 no fim do mês;
  • Agosto: R$ 300 no início do mês e R$ 300 no fim do mês.

Após a cerimônia de oficialização da prorrogação, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou que o calendário do pagamento das novas parcelas já está pronto e que falta somente a aprovação de Paulo Guedes para anunciá-lo.

A espera chegou ao fim

Pedro Guimarães afirmou, ainda, que todas as pessoas que estão em análise pela Dataprev terão uma resposta sobre o Auxílio Emergencial. Além disso, quem se cadastrou e foi validado receberá todas as três parcelas, mesmo que sejam aprovadas somente em julho.

O recebimento continuará sendo feito por meio da conta digital da caixa e deverá seguir o calendário que será publicado em breve.

Quem pode solicitar?

A solicitação para quem ainda não pediu o Auxílio Emergencial deve ser feita até esta quinta feira (02), através do site da Caixa ou aplicativo (disponível para iOS e Android).

Devem fazer a solicitação: trabalhadores informais, contribuintes individuais da Previdência Social, desempregados e os MEIs (microempreendedores individuais).

Com a permanência do coronavírus no país e piora do número de casos, a economia vem sofrendo uma das maiores crises já vivenciadas, consequentemente aumentando o número de desempregados.

A prorrogação do Auxílio Emergencial, portanto, promete ajudar milhares de brasileiros a se manterem até o final de agosto.

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que entraremos em contato com você. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro

4 países da Europa reabrem para turismo: veja as regras para entrada de brasileiros

Liberado novo saque da 4ª parcela do Auxílio Emergencial: veja como sacar

SP Acolhe: saiba tudo sobre o auxílio de R$ 300 e veja como se inscrever

Governo de SP inicia pagamentos do ‘Vale Gás’ e ‘SP Acolhe’. Veja como sacar