Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Inflação: imprimir dinheiro é prejudicial para a economia?

Por Nara LimaPublicado em

Em momentos de crise econômica, como os que estamos vivenciando atualmente, é normal se questionar sobre soluções que possam resolver o cenário do país. Inclusive, uma das dúvidas mais comuns a respeito do assunto é: " será que imprimir dinheiro não resolveria tudo?".

Apesar de parecer uma solução muito simples aos cofres públicos, já adiantamos que esse ato não resolve problema algum. Na verdade, "imprimir dinheiro" pode trazer resultados negativos para a população, principalmente quando o assunto é macroeconomia. 

A emissão desenfreada de notas faz com que o volume de dinheiro circulando seja maior que a oferta de produtos e serviços. Como consequência, os preços de mercadorias, produtos e serviços sobem. 

Continue a leitura e entenda qual a relação da impressão de notas com a inflação.

Impressão de dinheiro e inflação

Antes de adentrarmos no assunto, é necessário entender que a inflação é o aumento generalizado dos preços a curto e longo prazo. Quando controlada, a inflação não prejudica a vida das pessoas, pois ela faz parte da economia saudável dos países.

Homem desconfiado com a mão no queixo
Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!
Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

O problema está na inflação fora de controle, quando ela sobe muito rápido. Isso porque, nesse cenário, quando muitas pessoas querem um determinado item, o preço tende a subir. 

A inflação está diretamente relacionada à oferta de busca e demanda. Logo, podemos afirmar que se infinitas notas forem impressas, a quantidade de dinheiro será maior que a oferta de produtos e serviços e o dinheiro perderá seu valor próprio. 

Imprimir dinheiro é ruim?

Depende do cenário do país. A impressão de dinheiro é uma prática comum quando feita de forma controlada. No Brasil, o responsável pelo controle das notas é o Banco Central do Brasil, que garante a quantidade adequada de papel-moeda para a população.

Devemos ter em mente que assim como novas notas são impressas, outras acabam sendo destruídas todos os anos. Por exemplo: em 2019, 1,45 bilhão de cédulas foram destruídas e 1,54 bilhão de novas notas foram colocadas em circulação.

Descomplicamos?

Com a Foregon você fica por dentro de todas as novidades acerca do mundo financeiro e pode receber as melhores ofertas de contas, cartões e empréstimos, de acordo com o seu perfil.

Para aproveitar essa e outras vantagens da nossa plataforma, basta consultar o seu score de crédito com a gente! O nosso algoritmo tem como objetivo apresentar a você as opções de produtos com maiores chances de aprovação. Aproveite!

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Bitcoin: Descubra aqui quais são suas vantagens e suas limitações

Inflação: imprimir dinheiro é prejudicial para a economia?

Não é preciso muito dinheiro para investir em cripto

Qual é o futuro da mineração de criptomoedas?

Você soube do hard fork da Ethereum?

Dividendos: o que é e como funciona o investimento em renda passiva?

Quem pode ganhar adicional de 25% na aposentadoria?

Corretoras de Criptomoeda: Como evitar ciladas? Veja algumas dicas