Foregon.comConteúdos

    INSS amplia carência para consignado e limite de cartão de crédito

    Por Thais SouzaPublicado em
    Compartilhe

    Diversas medidas estão sendo tomadas para conter os impactos causados pela pandemia no país e uma delas é a autorização do INSS para o aumento do limite a ser concedido para operações com cartão de crédito e carência de até 90 dias para o consignado. Quer entender melhor sobre o assunto? Então continue com a gente. 

    INSS aumenta limite para cartão de crédito consignado 

    O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acatou a recomendação do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) e ampliou o limite máximo concedido no cartão de crédito de 1,4 para 1,6 vez o valor mensal do benefício.

    Por exemplo, quem recebe R$ 1 mil de benefício da aposentadoria do INSS, poderá realizar operações de até R$ 1,600. 

    Imperdível
    Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
    Ver cartão
    Encerra em 16:20

    Carência de até 90 dias para empréstimo consignado 

    Além disso, foi aprovada a fixação de uma carência de até 90 dias para o desconto da primeira parcela de contratos de empréstimo consignado firmados por segurados do INSS. 

    O empréstimo consignado é a modalidade de crédito que faz o desconto das parcelas diretamente na folha de pagamento do benefício do INSS, portanto, quem contratar esse serviço após essa decisão terá até 90 dias para pagar a primeira parcela a partir do início do contrato.

    Vale ressaltar que as medidas foram tomadas em decorrência dos impactos financeiros causados durante a quarentena. 

    Desbloqueio

    A norma também consta a autorização do desbloqueio para consignados em até 30 dias após a concessão do benefício. Pela regra anterior, o benefício ficava bloqueado e era necessário esperar 90 dias para a contratação de crédito consignado. 

    A regulamentação foi publicada no Diário Oficial da União na quinta-feira (23/07) e entrou em vigor no dia 27 de julho. As normas vão permanecer em vigor até o dia 31 de dezembro deste ano. 

    Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário que a gente descomplica para você. Até a próxima! 

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe nas suas redes sociais

    Leia a seguir

    • Notícias sobre economia e finanças

      Bolsonaro suspende proposta atual do Renda Brasil

    • Notícias sobre economia e finanças

      Como negociar dívidas com a Caixa e ter descontos de até 90%?

    • Notícias sobre economia e finanças

      Governo apresenta novas regras de quem pode receber o Auxílio Emergencial

    • Notícias sobre economia e finanças

      Candidatos inelegíveis poderão concorrer às eleições 2020: entenda

    Ver mais conteúdos

    Veja o que estão comentando

    Principais conteúdos

    Principais assuntos

    1. Home
    2. Conteúdo
    3. Notícias sobre economia e finanças