Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

INSS: bancos oferecem nova margem para empréstimo consignado

Por Camila SilveiraPublicado em

Você sabia que agora os bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander e Banco do Brasil estão oferecendo empréstimo consignado com uma nova margem?

Os aposentados agora podem contratar o empréstimo com margem de 40% e carência de 120 dias para realizar o pagamento da primeira parcela, sendo que os juros continuam sendo cobrados durante esse período.

A linha de crédito pode ser solicitada através dos meios digitais dos bancos ou pelos caixas eletrônicos, o que pode ser vantajoso, já que assim eles evitam cair em golpes pelo telefone.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

O recomendável é que a contratação seja realizada pelo caixa eletrônico, pois dessa forma, um comprovante com as condições da contratação do dinheiro será impresso.

INSS: bancos oferecem margem para empréstimo consignado

Antes, a margem consignável do empréstimo era de 35%, e agora é de 40%. Melhor dizendo, agora o aposentado ou pensionista pode usar 40% de sua renda total para pagar as prestações do empréstimo contratado.

Vale ressaltar que o Banco do Brasil oferece um menor taxa de juros mensais: a partir de 0,85%, seguido pelo Santander, com uma taxa de 0,9%, e do Itaú, com 1,06%.

As taxas de juros podem variar de acordo com o perfil do cliente. Por exemplo, para quem já é cliente do banco pode ter acesso a juros menores. Sendo assim, tudo vai depender de como é a sua relação com a instituição.

"É importante o aposentado ou pensionista que pensa em pegar o consignado avaliar se realmente precisa desse crédito e qual vai ser um recurso do recurso que vai receber. A decisão precisa ser tomada com muita cautela ", explica Cíntia Senna, mestre em educação financeira.

A educadora também recomenda que, mesmo que o empréstimo consignado tenha taxas de juros atrativas, é necessário pensar que o aposentado ou pensionista pode ficar sem a parte do benefício por um bom tempo.

"O consignado tem uma taxa mais certa que as demais modalidades porque ele já tira o pagamento direto do salário desse aposentado e pensionista, mas ele precisa lembrar que vai ficar sem parte do salário por um determinado tempo", completou.

Além disso, é sempre essencial ler o contrato com muita atenção e calma, para depois de realizar uma operação.

"O aposentado pode ficar alguns meses sem aquela parte da parcela para testar. Por exemplo, se uma pessoa que ganha R$ 1.000 comprometer 40% apenas com INSS , ela vai ficar com R$ 600 para viver ", explica a educadora.

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Banco do Brasil: conheça o Crédito Salário

Empréstimo para PMEs: quando a modalidade é considerada uma boa opção?

Empréstimos para empresas do Banco Inter: conheça todas as opções

Foxbit lança linha de empréstimo trocando criptomoedas por reais

Caixa Econômica Federal oferece empréstimo de até R$ 100 mil sem consulta: conheça

Empréstimos Banco Inter: conheça as opções para Pessoas Físicas

Saiba como solicitar o empréstimo para MEI do BNDES

INSS: bancos oferecem nova margem para empréstimo consignado