Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

INSS bloqueará benefícios por falta de prova de vida

Por Nara LimaPublicado em

Suspensa desde março de 2020 como uma das ações para o enfrentamento da pandemia, a prova de vida vinha sendo prorrogada desde então. No entanto, agora, aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terão que fazer a prova para não terem seus benefícios suspensos.

A retomada terá início a partir de junho e conta com um calendário ordenado de acordo com o mês em que a comprovação de vida teria sido feita se não tivesse sido suspensa. Continue lendo e confira a ordem.

Calendário de retomada da prova de vida

Mês original Mês em que deve ser feita
Março e abril/20 Junho/21
Maio e junho/20 Julho/21
Julho e agosto/20 Agosto/21
Setembro e outubro/20 Setembro/21
Novembro e dezembro/20 Outubro/21
Janeiro e fevereiro/21 Novembro/21
Março e abril/21 Dezembro/21

O INSS alerta que esse é um passo necessário para não ter os benefícios cancelados.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Prova de vida obrigatória

Obrigatória para segurados do INSS que recebem o benefício por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético, a comprovação de vida é essencial para evitar fraudes e pagamentos indevidos. 

Para que a prova de vida seja realizada, o segurado ou algum representante deve comparecer à instituição bancária onde saca o benefício com documento de identificação. Com os avanços tecnológicos, alguns bancos já possibilitam que o processo seja feito por meio da biometria direto nos terminais de autoatendimento.

Prova de vida digital

Para beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade, a novidade é que, desde agosto de 2020, a prova de vida também pode ser feita por meio do aplicativo ou site Meu INSS.

Vale lembrar que a comprovação da dificuldade de locomoção só é válida junto ao atestado ou declaração médica. Todos os documentos devem ser anexados e enviados eletronicamente para a instituição.

Outra novidade é a implementação da biometria facial como prova. O INSS usa a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral. Logo, nessa primeira fase, foram selecionados segurados que tenham carteira de motorista ou título de eleitor.

A prova de vida digital ainda é um projeto piloto, por isso, nem todos os beneficiários podem usufruir da nova função. É importante frisar que apenas aqueles em que o INSS entrar em contato terão acesso ao serviço.

A prova de vida deve ser feita pelo aplicativo meu-gov.br.

Descomplicamos?

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para você. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe sua mensagem aqui embaixo.

Até mais!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Auxílio Emergencial: governo decidirá se vai estender o benefício nesta semana

Uber cobrará mais caro para quem quer ser atendido com prioridade; entenda

INSS garante direitos para motoristas de aplicativo

Méliuz: novo cartão deve ser lançado em janeiro 2022

Vivo oferece vagas de emprego presencial e home office; confira

Banco BV oferece novas funcionalidades através do teclado do celular: entenda

Nubank permitirá compra e venda de ações direto no aplicativo: saiba mais

PIS/Pasep 2022: veja quais são os valores previstos