Foregon.comConteúdos

Quanto custa um intercâmbio para o Chile?

Por ForegonPublicado em
Compartilhe

Vamos começar a planejar o seu intercâmbio para o Chile? Chegou o momento de ver as principais despesas que você terá com esse investimento. Acompanhe a leitura do artigo:

É necessário o visto no intercâmbio para o Chile?

O primeiro item a se considerar antes fazer o intercâmbio para o Chile é o visto. Se a sua estadia for de até três meses, não será necessário ter esse documento. Isso se deve principalmente porque o país é um dos integrantes do Mercosul, o que facilita a entrada de brasileiros no local.

No entanto, para períodos maiores o visto de permanência é obrigatório. Ele pode ser feito pelo consulado no Brasil ou diretamente no departamento responsável do país. Lembre-se que, como estudante, você não pode trabalhar no Chile.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Contudo, há a possibilidade de ter o visto provisório para brasileiros. Apesar de demorar uns três a seis meses para ser liberado, o documento tem durabilidade de um ano, permitindo trabalhar e estudar. A taxa consular para a solicitação do visto pode ser de U$100 ou U$150 e deve ser paga de acordo com a cotação do dia.

Cidades 

Para morar no Chile, o ideal é que você escolher com calma a cidade que vai residir e estudar. Na capital Santiago estão concentrados os melhores cursos de idiomas, além de ser um local com várias opções de entretenimento. 

Mas morar na capital não sai barato, já que o aluguel pode ser 24% maior do que em relação às outras cidades menores. Como é o caso de Viña del Mar, localizada na costa do Oceano Pacífico, que tem um estilo de vida mais tranquilo e uma boa demanda para cursos de espanhol.

Curso no país

Especialmente falando dos cursos nesse momento, os de seis meses de duração e com 20 horas de aula semanais, sai por R$ 9 mil. Entretanto, esse valor pode variar conforme a cotação cambial, o tipo de curso e a categoria da escola.

No intercâmbio para o Chile, há também a possibilidade de aperfeiçoar o espanhol com aulas particulares, cursos coletivos, aulas para provas de proficiência, entre outros. Essas alternativas podem sair mais em conta se você pesquisar bem.

Custo de vida

Esse é um dos pontos mais importantes na hora de montar seu planejamento financeiro no intercâmbio para o Chile. Coloque na ponta do lápis as despesas dos valores das passagens, seguro de vida e os gastos diários.

Leve em consideração também que se você optar por morar em Santiago, vai gastar com metrôs e ônibus. O preço de uma passagem para utilizar o transporte público fica em torno de R$ 4,21.

Vale lembrar das despesas com aluguel e alimentação. Traçando todas essas demandas, você tem uma base de quanto pode custar um intercâmbio para o Chile.

Compensa morar no Chile?

Como nosso objetivo é descomplicar as informações, preparamos um artigo para falar exclusivamente dos gastos em morar permanentemente no Chile. Considere também esta leitura, caso sua intenção é aumentar o tempo de estadia no país.

Boa leitura e até logo!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Foregon

Nós acreditamos na simplicidade e na transparência das relações, por isso descomplicamos os bancos

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Cartão de crédito

    Cartão de TODOS Corinthians: benefícios e como solicitar

  • Cartão de crédito

    Cartão WEX: como funciona?

  • Cartão de crédito

    Cartões Bradesco e Inter: conheça as opções sem consulta ao SPC/Serasa

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Cartão de crédito