Foregon.comConteúdos

Lavagem de dinheiro, corrupção e caixa 2: qual a diferença?

Por Janaína TavaresPublicado em
Compartilhe

Corrupção, caixa 2 e lavagem de dinheiro. Estes são alguns termos que, infelizmente, você já deve ter escutado no noticiário. Mas será que você realmente entende o que cada um deles significa e como podem ser prejudiciais para a sociedade? Acompanhe a leitura do artigo

Diferença entre os três tipos

Estamos aqui para descomplicar a sua vida, sempre fornecendo informações úteis. Por isso, é importante conhecer um pouco a respeito desses termos, se prevenindo de possíveis golpes, dentre outros crimes:

Lavagem de dinheiro

O ato de "lavar dinheiro" significa que a pessoa transforma a quantia obtida de forma criminosa em dinheiro limpo, disfarçando sua real origem. Ou seja, o objetivo é o de evitar que recursos ilegais sejam descobertos pelas autoridades competentes.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Além disso, criminosos e corruptos se utilizam dos mais diversos recursos para burlar a lei, já que a finalidade é fazer com que o sistema financeiro absorva todo o dinheiro naturalmente, sem levantar nenhuma suspeita ou indício que aquela quantia é ilícita.

Caixa 2

Por outro lado, o Caixa 2 ganha esse nome para identificar o dinheiro que circula numa empresa sem ser declarado aos órgãos de fiscalização. Dessa maneira, a prática ilegal de não registrar determinadas entradas e saídas de dinheiro de um caixa, cria um acúmulo paralelo de recursos.

Mas porque as pessoas fazem isso? Por diversos motivos e alguns deles são:

  • Geralmente, a quantia é ocultada para que não incidam impostos sobre ela e/ou usada para outras atividades ilícitas;
  • Para não contabilizar os produtos ou serviços comercializados da empresa, o Caixa 2 pode ser feito por meio de compras superfaturadas ou, também, ao deixar de emitir a nota fiscal.

Corrupção

Um dos casos mais famosos no Brasil é a corrupção, que se caracteriza por conseguir dinheiro ou benefícios em causa própria. Muito comum no cenário político, este ato também pode acontecer em empresas que desejam ser favorecidas de alguma maneira ou entre pessoas comuns. Isso significa que o corrupto só age pensando em gratificações e vantagens pessoais.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Janaína Tavares

Jornalista e produtora de conteúdo, é Redatora na Foregon. Apaixonada por cinema e pelo mundo asiático, seu foco está em entregar textos úteis e inspiradores.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    O que é a Click Conta Bradesco?

  • Dicas financeiras

    Faturamento MEI 2020: descubra

  • Dicas financeiras

    Como pagar boleto com PayPal?

  • Dicas financeiras

    Sky pré-pago: conheça e veja se vale a pena

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras