Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Loja online: como checar se é confiável?

Por Jennifer FigueiredoPublicado em

As lojas online e e-commerces são empresas que podem ter estabelecimentos físicos ou serem 100% digitais. Por meio dessas plataformas é possível fazer compras sem sair de casa e pagar utilizando os dados  do cartão de crédito ou emitindo um boleto. Saber se um site é confiável leva em conta alguns critérios que você passa a entender a seguir. 

Saiba checar se uma loja online é confiável 

As principais informações a respeito da empresa, geralmente, constam no final do site. Por meio dessas informações iniciais já é possível fazer uma pesquisa na internet, para verificar a existência e reputação da loja online. Quando existente, são exibidos dados cadastrais da sede da empresa como:

  • Nome registrado;
  • CNPJ;
  • Endereço;
  • Canais de contato (telefone, e-mail, formulário, entre outros).

Formas de pagamento online

Esta é uma etapa que envolve muita atenção do consumidor, pois existem alguns métodos de pagamento online que podem validar a sua compra. No site do e-commerce é possível verificar a existência de certificados e/ou selos de segurança. De qualquer forma, essas certificações estão sujeitas a serem falsificadas por golpistas. 

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Cartão de crédito

Antes de informar os dados do seu cartão, é importante saber que a sua senha pessoal jamais será exigida para uma compra, no lugar dela é pedido o código de segurança que fica na parte de trás do cartão, um número de 3 a 4 dígitos (CVV/CVC). 

Uma boa notícia é que hoje já existem tecnologias que estão a favor do consumidor, como o cartão digital. Com ele é possível cadastrar os dados dessa versão online do cartão, que é diferente do físico, promovendo assim, mais segurança das suas informações.

Além desta forma, outros recursos também podem ser disponibilizados para fazer o pagamento, como boleto bancário, PayPal, PagSeguro, MercadoPago, PicPay, entre outros.

Verifique a segurança do site 

Para checar a segurança da loja online, observe à esquerda do endereço da Web. Se houver a presença de um cadeado como este (?) significa que o site está protegido. Ainda nesta barra, verifique se há o termo "https", ao invés de "http", ou seja, é um certificado (SLL) de proteção padrão do site.

Procure no ReclameAqui

Visite o site do ReclameAqui e pesquise pelo e-commerce onde pretende compras. Logo você poderá verificar a reputação da empresa quanto às reclamações feitas. Caso não encontre a empresa cadastrada nesta plataforma, é um bom momento para desconfiar. 

Mantenha seu equipamento seguro

As compras online podem ser feitas de qualquer dispositivo conetado a internet. Para protegê-lo, é possível instalar programas Anti-vírus e Firewall para bloquear ações suspeitas. Esses recursos emitem avisos quando algo não está certo com o site que está acessando, permitindo o acesso à plataformas confiáveis.

Na dúvida, não compre 

Já verificou todos os requisitos e ainda está com dúvida se a loja online é confiável? Siga seus instintos e não compre. Exitem milhares de e-commerces com boa reputação na internet e para te ajudar a encontrá-los, separamos algumas opções: 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Jennifer Figueiredo

Graduanda em Jornalismo pela Universidade do Oeste Paulista e Redatora na Foregon, gosta de falar sobre os produtos financeiros que oferecem as melhores vantagens. Nas horas vagas, procura a companhia de amigos para descontrair.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pix: saiba o que você já pode pagar utilizando esse sistema

Viagem dos sonhos: como se organizar e juntar dinheiro?

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”