Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Mercado espera que Taxa Selic feche o ano em 5,50%

Por Camila SilveiraPublicado em

O mercado financeiro manteve a mesma expectativa de algumas semanas atrás para a taxa básica de juros, a Selic.  De acordo com uma pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central, a taxa Selic pode fechar o ano de 2021 em 5,50%.

Recentemente, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa em 0,75%, passando para 3,50% ao ano, conforme indicado pela diretoria do Banco Central, no mês de abril.

A boa notícia é que para o fim de 2022, a projeção é de que a taxa básica de juros suba para 6,25% ao ano. Para o fim de 2023 e 2024, a previsão é de 6,5% ao ano.

O Banco Central utiliza a taxa Selic como o principal instrumento para controlar a inflação. Quando o Copom aumenta essa taxa básica de juros, alguns reflexos nos preços aparecem, porque os juros mais altos encarecem os créditos e estimulam a poupança, desaquecendo a economia.

Como a inflação ficará?

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano subiu mais uma vez, passando de 5,04% para 5,06%. Foi o quinto aumento consecutivo na estimativa.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Para 2022, a previsão da inflação subiu de 3,6% para 3,61%. Para 2023 e 2022, a estimativa para o índice é de 3,25%.

A projeção para 2021 está próxima do limite da meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central. A meta, determinada pelo Conselho Monetário Nacional, é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é de 2,25% e o superior de 5,25%.

PIB e câmbio

As instituições bancárias consultadas pelo Banco Central aumentaram a estimativa para o crescimento da economia brasileira em 2021 de 3,14% para 3,21%.

Para o ano que vem, a precisão para o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 2,31% para 2,33%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta o PIB em 2,5%.

A expectativa para a cotação do dólar passou de R$ 5,40 ao final de 2021 para R$ 5,35. Para o final de 2022, a projeção é de que a moeda americana permaneça em R$ 5,40. Em 2023 e 2024, a estimativa é de que o dólar fique em R$ 5,20 e R$ 5,10, respectivamente.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Inter oferece 12% de cashback nas compras feitas na Amazon

Banco do Brasil lança financiamento de iPhone em até 60X

Caixa reduz parcelas de financiamento durante licença maternidade

FGTS poderá ser utilizado para compra de casa popular em 2023

Foregon marca presença no StartupON compondo time de empreendedores da região Oeste do Estado de São Paulo

Ganhe 4% de investback com o cartão XP para abastecer seu veículo

Auxílio Brasil cancelado: conheça os principais motivos

Distrito e Foregon promovem um seminário gratuito sobre Educação Financeira para negócios