Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Multa gravíssima: entenda as alterações e veja os valores

Por Claudia BorgesPublicado em

Se descuidou e acabou tomando uma multa? Desde 2017 as penalidades para infrações de trânsito passaram a ser mais rígidas. Algumas modalidades entraram na categoria de multa gravíssima, como falar ao telefone enquanto dirige, por exemplo. Quer saber melhor? Continue lendo que vamos te explicar tudo.

O Código de Trânsito Brasileiro não sofria ajustes há 15 anos, segundo o Departamento Nacional de Trânsito. Pensando na educação da população e em reduzir o número de acidentes, houve uma série de adições à categoria de multa gravíssima. Além disso, uma nova regra permite que os valores das multas sejam ajustados todos os anos, conforme inflação IPCA.

Quanto custa uma multa gravíssima 

Já citamos o uso de aparelhos móveis enquanto estiver ao volante, mas não houve apenas a mudança de categoria para essa penalidade, a multa também sofreu um reajuste que pode pesar em seu bolso. O novo valor de R$ 293,47 fica 244% maior que seu antigo, de R$ 85,13, além de o condutor perder 7 pontos em sua carteira.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

E se você costuma tomar umas cervejas e dirigir depois, saiba que essa foi outra categoria que sofreu alteração. O motorista que for pego dirigindo alcoolizado terá sua CNH apreendida por 1 ano além de pagar a quantia de R$ 2.934,70 de multa e ter 7 pontos descontados em sua carteira. Quem se recusar a fazer o bafômetro sofre as mesmas consequências. 

Dar aquela paradinha rápida em uma vaga de deficiente físico ou idoso sem ter a devida identificação também pode custar mais caro. Essa categoria de multa agora é classificada como multa gravíssima e está passível de punição com 7 pontos em sua carteira, além do pagamento no valor de R$ 293,48.

Os fãs de velocidade também devem tirar o pé do freio, já que os motoristas que ultrapassarem em 50% a velocidade permitida terão que pagar R$ 880,42 e perderão 7 pontos na carteira.

Fator Multiplicador e Suspenção de CNH

Receber uma multa gravíssima ainda possui outros dois tipos de penalidades que podem ser aplicadas aos motoristas que forem pegos em infrações: fator multiplicador e suspensão de CNH.

O fator multiplicador diz que o valor a ser pago pela multa deve ser multiplicado por 2, 3, 5 ou 10 vezes, de acordo com o dano causado, risco, ou o que poderia significar para o trânsito.

Existem 20 modalidades de multas que podem causar a suspensão da sua CNH. Algumas prevem a suspensão por 2 meses, em outros casos o condutor ficar sem sua CNH por 8 meses, e em casos mais graves o motorista pode ficar 1 ano sem sua habilitação, e ainda ter que passar pelo programa de reciclagem. 

A melhor opção ainda é conhecer as leis e tentar se manter dentro dos limites estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro evitando multas, principalmente as gravíssimas.

Até breve.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Claudia Borges

Estudante de Jornalismo e estagiária de Redação na Foregon. Alia seu conhecimento na área administrativa com sua paixão por escrever e sempre busca agregar conhecimento em seus textos.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Algar Telecom: conheça os diferentes planos de celular

Placa Mercosul: como é o emplacamento em outros países e quais as diferenças

Hotmart Pocket: dúvidas frequentes

Como colocar a nova placa Mercosul?

Placas Mercosul: conheça seu histórico e os preços em cada estado

Placa Mercosul: dúvidas frequentes

Saiba o que mudou no projeto das placas do Mercosul e tire suas dúvidas

Banco digital ou banco tradicional: qual o melhor?