Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Nota de R$ 200 pode gerar inflação e desvalorização do Real? Descubra

Por Janaína TavaresPublicado em

O Banco Central (BC) lançou no dia 2 de setembro a nota de R$ 200 estampada com a imagem do lobo-guará. Essa é a primeira vez em 18 anos que é criada uma cédula de novo valor. Dentre as perguntas mais comuns a respeito dessa novidade está: será que a nova nota gera inflação?

É isso que você vai descobrir em nosso artigo. Portanto, continue leitura e saiba mais detalhes da nota de R$ 200.

Por que a nota de R$ 200 foi criada?

Em um comunicado oficial na época em que foram divulgadas as primeiras informações da nova cédula, o BC disse que a criação foi sugerida por causa do aumento da demanda por papel-moeda durante a pandemia da Covid-19 no Brasil.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Em março desse ano, por exemplo, a população tinha em mãos aproximadamente R$ 216 bilhões de dinheiro vivo, segundo o BC.

Portanto, com o lançamento oficial, a nota de R$ 200 já está em circulação, sendo que o BC encomendou 450 milhões de unidades da cédula até dezembro desse ano, totalizando um valor de R$ 90 bilhões. 

A nota de R$ 200 pode gerar inflação?

Quando foi anunciada, muitos questionamentos surgiram devido à criação de uma cédula mais valiosa dentro do mercado brasileiro.

Contudo, é importante ressaltar que a nota de R$ 200 não irá trazer desvalorização do dinheiro e nem inflação.

Na verdade, essa nota surge mais para corrigir uma defasagem de quase 20 anos das cédulas que circulam atualmente no Brasil.

Além do mais, as chances dela de gerar uma inflação são pequenas, visto que o aumento de preços no país ainda está bem baixo no momento, levando em consideração a crise econômica.

A nova cédula pode ser usada para atos criminosos?

Não só a nova cédula de R$ 200, mas assim como qualquer outra pode ser usada por criminosos em atos ilícitos como, por exemplo, lavagem de dinheiro.

A questão é que em qualquer lugar do mundo, uma cédula de maior valor tem chances de ser utilizada para falsificação, dentre outros crimes.

Dito isso, é importante deixar claro que quem comete esses atos ilícitos não necessariamente vai fazer isso apenas com uma nota de alto valor.

Conteúdos que você precisa conhecer

Antes de ir, selecionamos outros artigos da Foregon que também podem ser interessantes para sua leitura:

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Em casos de dúvidas ou sugestões, não se esqueça de enviar o seu comentário para que possamos responder. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica

Grupo Decolar passa a oferecer empréstimo pessoal de até R$ 25 mil

Com operação 100% online, Easynvest agora é Easynvest by Nubank

Receita Federal informa que R$ 295 milhões em restituições aguardam resgate

Confira lista dos melhores fundos imobiliários até maio de 2021

Pix: BC anuncia mecanismo de reembolso em casos de erro ou fraude

Mercado eleva projeção para Selic na semana do Copom