Nubank agora é unicornio

Nubank agora é unicórnio. Foi o que revelou em entrevista exclusiva para o estadão, o fundador e presidente executivo do Nubank, David Vélez. O apelido é dado às startups avaliadas acima de US$ 1 bilhão. Geralmente, essas empresas começam pequenas, mas com “serviços fantásticos” impactam o mundo e transformam valores.

O Nubank levantou um novo aporte de RS$ 150 milhões. Liderado pelo fundo DST Global, do megainvestidor russo Yuri Milner. Com o investimento, a empresa irá investir em sua aceleração de transformação em banco digital e lançar novos produtos.

O empresário colombiano também falou sobre os lucros da empresa. O Nubank, por enquanto, gera lucro operacional, mas ainda não líquido. O novo aporte, além de servir para dar andamento nos serviços como banco digital, também abre possibilidades para novos serviços. Empréstimos e investimentos podem ser alguns dos novos serviços em vista da startup.

A empresa que tem três milhões de cartões lançados, espera que, com os recursos levantados, também vai servir para emitir mais cartões e fortalecer ações conta inadimplência dos clientes. Dos 13 milhões de pedidos do cartão Nubank, a startup só emitiu pouco mais de 20%. A crise econômica e a ausência de um sistema brasileiro de bons pagadores “tem sido o motivo para a startup adotar postura mais conservadora”, revela Vélez.

Sempre inovando

Um cartão sem banco, que não cobra anuidade e ainda é controlado totalmente por aplicativo e com programa de recompensas, já é um queridinho do mercado financeiro e de seus clientes fiéis.

O Nubank, que está a poucos passos de se tornar um banco digital e, torcemos para que isso ocorra, nunca para de inovar desde que lançou seu cartão roxinho em 2014. Agora, já conta com conta digital, cartão virtual e virou uma financeira.

Com o progresso em mente, mês passado, divulgou a novidade de pagamento de boletos por meio da Nuconta, que está sendo liberada gradualmente para seus clientes.

Já que Nubank agora é unicórnio, o que esperar da empresa? Conta para nós nos comentários. Até o próximo post!

Leia a matéria completa no Estadão.

Este conteúdo foi útil para voce? 1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Loading...