Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Número de fraudes contra clientes de bancos cresce para 165% em 2021

Por Camila SilveiraPublicado em

O número de consumidores que sofreram fraudes envolvendo cartão de crédito cresceu 165% somente no primeiro semestre de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado. Essas informações foram levantadas pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Normalmente, as fraudes bancárias acontecem com as pessoas que não têm costume de lidar com a tecnologia, ou que possuem pouca intimidade com o funcionamento do sistema bancário e com a segurança digital.

Segundo a instituição, os golpes que mais aumentaram foram aqueles chamados de "engenharia social", nos quais a vítima é manipulada a realizar ações em benefício dos criminosos.

Ainda de acordo com a Febraban, o crescimento acontece devido a maioria das transações bancárias serem feitas pelo celular. Foi constatado em um estudo que os aplicativos de smartphones foram usados em 51% das transações em 2020. Em 2016, o percentual era de 28%.

Para a federação, a pandemia aumentou a importância desses dispositivos, justamente porque eles passaram a ser utilizados por pessoas que antes sequer tinham conta em banco.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Crimes bancários

Um dos crimes que mais tem acontecido é o chamado "golpe do falso funcionário", que cresceu 62% no primeiro semestre de 2021. Nessa categoria, o criminoso liga para a vítima e se passa por um funcionário de uma determinada instituição com a qual a pessoa tem relacionamento. 

O golpista informa a vítima sobre supostos problemas de segurança, como conta invadida ou clonada, para obter suas informações pessoais e financeiras.

Na ligação, o criminoso ainda solicita que a vítima digite a senha do cartão. Com todos esses dados, ele consegue fazer retiradas de dinheiro da conta da vítima.

Sabendo disso, especialistas recomendam que é sempre preciso desconfiar de ofertas não solicitadas ou descontos muito acima do esperado, além de verificar com cuidado os endereços de e-mail e das páginas desse tipo de mensagem.

Geralmente, os criminosos tentam simular o site oficial com troca de letras, que muitas vezes passam despercebidas.

Em casos de desconfiança, acione a polícia imediatamente!

Descomplicamos?

Esperamos ter esclarecido suas dúvidas a respeito das fraudes envolvendo bancos. Se você gostou, deixe o seu comentário para nós aqui embaixo e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Alt.bank lança cartão de crédito para negativados e pessoas com score baixo

Motivar seus colaboradores por meio de suas próprias conquistas é a estratégia de gamificação utilizada pela Foregon em tempos de home office

Foregon – Fintech prudentina abre 10 novas vagas de emprego

C6 Bank lança o primeiro cartão biodegradável do Brasil

Tesouro Direto vai lançar título próprio para aposentadoria

Setor imobiliário: pagamentos à vista cresceram por falta de crédito bancário

Santander autoriza biometria facial para transações

Impacto da inflação dos EUA na economia brasileira