Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Por Camila SilveiraPublicado em

Depois que o ano de 2020 acabou, muitas pessoas perguntaram se o Auxílio Emergencial iria continuar sendo pago pelo Governo Federal. Porém, de acordo com o presidente Jair Bolsonaro e o Ministro da Economia, Paulo Guedes, uma nova rodada de pagamentos desse benefício pode quebrar o país.

Estratégias do Governo Federal

Em uma entrevista da Rádio Bandeirantes de São Paulo, em que foi debatido assuntos sobre os benefícios que poderiam ajudar a população de baixa renda, que ainda enfrenta a pandemia, o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que o novo Bolsa Família já estava pronto e deveria ser lançado nesta semana.

Lorenzoni também ressaltou que o governo ainda possui algumas cartas na manga, como: a antecipação do décimo terceiro salário para segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a possibilidade de antecipação do abono salarial PIS/Pasep e uma nova rodada do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O ministro também acredita que os novos presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, que são diretamente ligados ao Planalto, não colocarão em pauta uma possível volta do Auxílio Emergencial. Isso significa, portanto, que a volta do benefício, muito provavelmente, não irá acontecer. 

Frente a um cenário de muitas incertezas, agravamento da crise econômica provocada pela pandemia, atraso das vacinas, colapso dos sistemas de saúde do Amazonas e a crescente taxa de desemprego, o Auxílio Emergencial seria a opção mais fácil a ser oferecida no momento. Porém, o governo pretende desenvolver novos programas para esse cenário.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

"Lamento, o pessoal quer que continue (o Auxílio), vai quebrar o Brasil. Vem inflação, descontrole da economia, vem um desastre e todo mundo vai pagar caríssimo. Temos que trabalhar", afirmou o presidente Jair Bolsonaro. Por fim, também voltou a citar que a capacidade de endividamento do país "chegou ao limite".

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Auxílio Emergencial 2022: benefício será liberado para algumas pessoas

14º salário: entenda como funciona e quem tem direito ao benefício

Auxílio Brasil: como saber se você tem direito ao benefício?

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro