o que é CET

Você sabe o que significa a sigla CET? O CET nada mais é do que o Custo Efetivo Total cobrado pela prestação de um serviço. Portanto, na hora de contratar um financiamento, empréstimo ou outro produto financeiro, é fundamental que você saiba avaliar o recurso.

O CET abrange todas as taxas, encargos, tributos e despesas de um serviço, sendo assim, a contratação de um serviço não envolve apenas os juros que são cobrados. Quer saber mais? Acompanhe a leitura do artigo.

Ao procurar qualquer gênero de produto financeiro, é essencial que você pesquise e avalie muito bem o contrato para entender exatamente o que você vai pagar. Sendo assim, é fundamental que entenda o que o CET significa, já que ele serve para mostrar quais serão os custos incluídos na operação.

Todos os contratos devem o trazer o CET com base anual para auxiliar o entendimento do usuário pois, desta forma, ele consegue avaliar e comparar as taxas de duas instituições financeiras, por exemplo.

Por que o CET é importante?

É importante que o usuário entenda o CET porque, antes de assinar um contrato, ele não pagará somente o valor da prestação. Existem taxas embutidas no serviço que a instituição não anunciará, mas colocará no Custo Efetivo Total.

O Custo Efetivo Total é com base anual e significa a soma geral de todas as tarifas comprometidas no empréstimo. Sendo assim, nela são somadas as taxas de juros, tributos, tarifas, IOF, gravames, registros e todas as outras despesas.

Desta forma, saber o que o CET significa facilitará na hora de escolher entre uma instituição e outra. Vale lembrar que quanto menor for o CET, melhor será o contrato, já que os juros serão menores.

Descomplicamos o CET?

E você, já sabia o que CET significava? Ainda tem alguma dúvida sobre essa sigla? Comenta aqui pra gente!

Esperamos ter descomplicado. Até a próxima!