Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

O que é sinistro? Entenda como ele funciona

Por Nara LimaPublicado em

Apesar do sinistro ser um termo bastante comum no mundo dos seguros, muitas pessoas não sabem exatamente o que ele significa. Ao compreender do que se trata o sinistro, fica mais fácil entender não apenas o que o seu seguro cobre, mas também em quais situações ele pode ser acionado. Mas, afinal, o que é sinistro?

O que é sinistro: entenda

De acordo com a cartela da Superintendência de Seguros Privados, sinistro é a ocorrência do risco coberto durante o período de vigência do plano de seguro. Basicamente, é quando acontece qualquer evento que está previsto pela apólice de seguro, como um acidente ou furto do veículo, por exemplo.

É importante frisar que se o seu carro é roubado e você não contratou a cobertura para roubo ou furto, o evento ocorrido não pode ser considerado um sinistro, pois os prejuízos não estarão cobertos pelo seguro.

Tipos de sinistro

Existem duas maneiras de receber a indenização da seguradora em casos de sinistro, a parcial ou integral.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Sinistro com perda parcial

A indenização parcial acontece quando o valor dos danos não passa de 75% da avaliação do carro, do contrário, passa para a ser configurado como perda total. Nesse caso, é feita uma avaliação para verificar o custo para o conserto dos danos e onde ele será consertado.

A seguradora irá se responsabilizar pelo reparo do veículo, ficando o segurado responsável pelo pagamento da franquia, que é a participação do segurado nos prejuízos.

Sinistro com perda total

Sinistro com perda total é quando os danos causados aos veículo foram muito graves, e o custo do conserto for superior a 75% do valor do veículo. Nesse caso, a seguradora arcará com o prejuízo integral, já que o carro sinistrado foi configurado como perda total.

Caso seu veículo foi roubado e antes de você ser indenizado o carro for localizado com danos, será feita a mesma análise se o valor do conserto atinge ou não 75% do valor do veículo.

O que fazer em caso de sinistro?

Nesse caso, é necessário entrar em contato com a seguradora o mais rápido possível para que ela, dessa forma, indenize os prejuízos decorrentes do sinistro conforme as coberturas indicadas na apólice do produto.

Ao entrar em contato, sua seguradora irá te auxiliar nas informações para preenchimento do Aviso de Sinistro. Abaixo separamos algumas dicas de como você deve agir em cada situação.

Roubaram meu carro

O primeiro passo nessa situação é ligar para a polícia e fazer imediatamente o boletim de ocorrência (B.O.). Somente após acionar a polícia que você deve avisar seu corretor e a seguradora para a análise das coberturas.

Bati o carro

Se você bateu seu carro, entre em contato diretamente com a seguradora para que o veículo seja guinchado. Após isso, os profissionais irão fazer a vistoria na oficina para análise dos danos.

Bateram no meu carro e sou o terceiro

Se seu veículo foi atingido, mas você não teve culpa do acidente, você será considerado o "terceiro" para a seguradora e terá direito à cobertura pelo seguro do motorista que provocou o acidente.

Nesse caso, anote os dados do motorista que provocou o acidente. Quanto mais dados você coletar, melhor. Confira os principais:

  • Nome completo;
  • Endereço;
  • Placa do veículo;
  • Carteira de habilitação;
  • Dados do seguro.

Perguntas frequentes

Onde conseguir o número do sinistro?

O sinistro pode ser encontrado na carta enviada pela Seguradora para quem solicita o recebimento do seguro DPVAT. Esse número está no canto superior esquerdo da carta.

Quais são os tipos de sinistros?

Os mais comuns são os de pequena monta, média monta, grande monta, roubo e furto, acidentes de trânsito, danos a terceiros e causas naturais.

Tem como tirar

Não. Se no documento do seu veículo constar "veículo recuperado" ou expressão similar, significa que o sinistro já foi baixado e não há como retirar esta expressão dos documentos. Ela permanecerá no prontuário e nos documentos por toda a existência do veículo.

Quanto tempo demora para a seguradora pagar a indenização após o sinistro?

A seguradora tem 30 dias para fazer o pagamento da indenização e esse prazo será contado a partir da data de entrega dos documentos.

Que tal entender melhor sua vida financeira?

No Portal da Foregon você encontra os produtos e serviços que mais se encaixam com o seu perfil e ainda consulta seu score de crédito de maneira totalmente gratuita!

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Nara Lima

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, gosta de escrever sobre educação financeira. Preza pela facilidade da leitura e pela checagem das informações, buscando produzir um conteúdo de leitura simplificada e que sane as dúvidas do leitor.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Seguro de Vida Santander

Seguro Residencial Santander

Conheça o seguro bolsa protegida

Azul Seguros sinistro: como contatar

O que é sinistro? Entenda como ele funciona

Allianz Seguro Auto telefones: conheça todos os números

Como funciona o BB Seguro Residencial?

Pier: tire suas dúvidas sobre essa seguradora digital