Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

O que é um mutuário? Descubra agora mesmo

Por Janaína TavaresPublicado em

O mutuário representa aquela pessoa que recebe recursos por empréstimo por meio de um contrato mútuo. Tal empréstimo pode ser realizado em dinheiro ou em outros tipos de bens, desde que seja possível fazer sua reposição. Cabe ressaltar que a falta de pagamento por parte do mutuário pode torná-lo negativado.

Entenda o que é contrato mútuo

O contrato mútuo refere-se ao empréstimo de bens fungíveis, melhor dizendo, daquilo que pode ser substituído por outra coisa da mesma espécie, qualidade e quantidade, durante um período determinado. Quando esse prazo chega ao fim, o bem deve ser devolvido.

Para que você entenda melhor, vamos imaginar um exemplo: quando alguém pega dinheiro emprestado do banco, é necessário devolvê-lo, mesmo que seja em parcelas, porém com o acréscimo de juros, ou seja, equivalente em quantidade.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Isso também ocorre quando um agricultor pega emprestado o pasto do vizinho para alimentar seu rebanho, pois ele precisa devolver equivalente em qualidade. Deu para compreender?

Neste contrato, as partes envolvidas são conhecidas como mutuante (a pessoa, empresa ou instituição financeira que cede o empréstimo) e o mutuário (a pessoa que recebe o empréstimo). No contrato é contado o valor total do empréstimo, o número de parcelas, o valor de cada uma delas e o prazo definido para o pagamento.

Minha Casa Minha Vida

Vamos explicar outro exemplo para que você consiga entender melhor.

No programa Minha Casa Minha Vida o mutuário é a pessoa que recebe o auxílio do Governo Federal para comprar a casa própria. Ao ser aprovado no programa, a Caixa Econômica Federal cede o valor, retirando dos cofres do governo, e espera recebê-lo de volta conforme o beneficiário devolve em formas de prestações.

E se o mutuário não pagar o empréstimo?

Assim como em todos os casos, a falta de pagamento por parte do mutuário pode torná-lo negativado. Em caso de atraso nas parcelas, é necessário que você procure pelo banco que cedeu o empréstimo e solicite uma renegociação. Os bancos não têm interesse em encerrar o contrato com clientes que queiram regularizar os pagamentos em atraso.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com este artigo. Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Digio estreia no Apple Pay: veja como ativar

Aplicativos colaborativos: conheça 4 Apps que podem facilitar a sua vida

Oportunidade: 24 empresas abrem vagas de emprego, estágio e trainee

Oportunidade: estão abertas cerca de 3 mil vagas de emprego e estágio

Nubank finalmente chega ao Apple Pay: veja como cadastrar e utilizar

Tem mais de um cartão de crédito? Saiba como controlar as suas finanças

Como ser um motorista de aplicativo 5 estrelas?

E-commerce: 6 erros mais comuns ao vender pelas redes sociais