Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

OKR: veja o que é e como utilizá-lo em sua empresa

Por Thais SouzaPublicado em

O planejamento e execução de estratégias dentro de uma empresa ainda são grandes desafios para os gestores. Contudo, o sucesso de um negócio depende diretamente dessas estratégias escolhidas pela gestão e, para isso, as empresas podem contar com os OKRs, que buscam garantir que todos andem na mesma direção, com prioridades claras, em um ritmo constante.

O que é OKR?

OKR é uma sigla para o inglês Objective and Key Results ou, em português, objetivos e resultados-chave. Trata-se de uma metodologia de gestão para empresas que tem a função de criar alinhamento e engajamento em torno de metas mensuráveis.

Essa metodologia foi criada pelo ex-CEO da Intel Andrew Grove e é utilizada desde 1999 pela Google, que dá exemplo de como ser uma boa empresa e hoje conta com mais de 60 mil profissionais.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como funciona a metodologia dos OKRs?

A metodologia de OKR é dividida em duas partes, os objetivos e os resultados-chave. Veja abaixo como funciona na prática: 

Objectives

Os objetivos dentro do OKR são uma meta clara do que a empresa pretende conquistar. Eles são qualitativos e servem para alinhar a direção do negócio. Alguns exemplos de objetivos seriam:

  • Dobrar o número de clientes;
  • Oferecer um bom suporte para o cliente;
  • Tornar-se autoridade no mercado.

Como você pode perceber, os objetivos são bem específicos e deixam claro, sem dúvidas, sobre qual é o foco da empresa. Porém, os objetivos dependem dos key results para acontecerem.

Key Results

Os Key Results ou resultados-chave, em português, são o parâmetro para determinar o quanto a empresa está perto de alcançar seu objetivo. Ou seja, são metas menores e secundárias que ajudam diretamente na conquista do alvo principal.

Com os Key Results, o objetivo pode ser mensurado de forma mais clara e exata. Sem essa parte do planejamento, as pessoas envolvidas ficariam sem saber por onde começar para alcançar seus objetivos.

Para você entender melhor, confira os exemplos abaixo, aplicando um dos objetivos citados antes, mas desta vez com a ajuda dos Key Results

Objetives

Dobrar o número de clientes.

Key Results

  • KR 1: aumentar em 30% o número de leads gerados através do orgânico;
  • KR 2: formar cinco parcerias de co-marketing bem-sucedidas;
  • KR 3: chegar a cinco cidades com mais de 100 mil habitantes;
  • KR 4: aumentar em 50% o número de clientes que conheceram a empresa através de mídias pagas. 

Viu como cada objetivo principal tem várias metas secundárias que levam até ele e tornam ele mais mensurável e claro? É importante ressaltar que para cada objetivo, você deve ter um conjunto de dois a cinco Key Results.

Erros comuns das empresas ao aplicar OKRs

  • Usam os OKRS como lista de tarefas: os OKRs são objetivos que geram valor para a empresa. Muitas acabam errando e transformando eles em uma lista de tarefas que os colaboradores precisam cumprir; 
  • Criam OKRs demais: os OKRs devem ser objetivos que a empresa busca como prioridade no momento. Ao criar muitos OKRs, muitos nem se lembrarão deles e você pode acabar tirando o foco de seus colaboradores; 
  • Deixam de alinhar os OKRs e acompanhar resultados: como os OKRs são metas geralmente trimestrais, que estarão em constante mudança, o ideal é acompanhar seus resultados e alinhar a equipe individualmente, levando em consideração a função de cada um. 

Como definir bons OKRs para minha empresa?

Defina metas claras e objetivas 

Tantos os objetivos como os Key Results devem ser simples, curtos e fáceis de memorizar. O ideal é separar até cinco KR para cada objetivo da empresa. Isso vai deixar todos os seus colaboradores alinhados e motivados para alcançar o que foi estabelecido.

Estabeleça prazos mais curtos

Quando as metas têm um prazo muito longo, isso pode acabar dificultando a eficiência dos processos e tornando o ciclo cansativo e menos ativo. O ideal é estabelecer prazos trimestrais para cada OKR.

Acompanhe os resultados constantemente 

Avaliar os resultados obtidos semanalmente é uma forma de sempre fazer melhorias quando preciso e garantir a consistência do trabalho.

Leia também 

No blog da Foregon você fica por dentro de notícias sobre o mercado financeiro, dicas e muito mais. Aproveite e leia também:

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida de pessoas que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como funciona o serviço de pagamentos Facebook Pay?

Como ganhar dinheiro indicando amigos no PagBank?

Carteira digital White Label: é uma boa opção para o seu negócio?

5 dicas para alcançar a estabilidade financeira

Bandeiras tarifárias da conta de luz: entenda

5 dicas financeiras para alcançar suas metas em 2021

Acordo Certo é confiável?

Visto americano 2021: como tirar?

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras